Publicidade

Posts com a Tag Derek Jeter

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010 MLB - Beisebol | 18:07

TÁ TODO MUNDO MUDANDO DE TIME NA MLB!

Compartilhe: Twitter

[atualizado: 9/12 às 20h]

Carl Crawford, o novo Left Fielder dos Red Sox.

.

Surpresa, surpresa!  Carl Crawford acaba de ser contratado pelo Boston Red Sox.  Boston sempre teve interesse no jogador, mas os grandes favoritos eram os Yankees e, especialmente, os Angels. Os dois chegaram a um acordo de 7 anos 142 milhões de dólares.  Eu acho que Crawford vale por volta de 14 milhões de dólares, só que o mercado está bastante inflacionado (veja o contrato que Jayson Werth assinou com os Nationals) e ele aproveitou o bom momento.  Essa é a primeira vez (que eu lembre) que os Red Sox conseguiram contratar um free agent que os Yankees cobiçavam.  Geralmente, o “saco sem fundo” de NYY leva tudo.

Essa contratação é sensacional para o time de Boston e os Red Sox são os meus favoritos ao título em 2011.  O lineup do time vai ser repleto de velocidade, potência, e paciência no bastão.  Carl Crawford tem o “pacote completo”.  Ele rouba bases, defende sua posição como ninguém, bate home runs (19 no ano passado) e tem um ótimo aproveitamento.  Não há nada que ele não faça bem!

Os Red Sox vão correr…e muito

O Tampa Bay Rays tem sido o melhor time da MLB roubando bases por alguns anos.  O principal motivo tem sido Carl Crawford.  Ele roubou 47 bases na última temporada (quarta melhor marca da  MLB).  Seu novo companheiro de equipe, Jacoby Ellsbury, roubou 70 bases em 2009, melhor marca da MLB!  Em 2009, Carl Crawford roubou 60, terceira melhor marca da liga.  Agora os dois estão no mesmo time!  Você já parou pra pensar no estrago que esses dois são capazes de fazer jogando juntos? Vai ser assustador.  É melhor chamar a polícia.

Com a aquisição de Crawford e Adrian Gonzalez, Boston vai ter seu melhor lineup desde que Manny e Ortiz estavam rebatendo basebolas para todos os cantos do campo. Olha só como seria o lineup dos Red Sox, caso a temporada começasse hoje:

CF Jacoby Ellsbury

2B Dustin Pedroia

LF Carl Crawford

1b Adrian Gonzalez

3B Kevin Youkilis

DH David Ortiz

RF J.D. Drew

C Jarod Saltalamachia

SS Marco Scutaro.

Uau! O negócio vai ser divertido em Boston esse ano.

Adrian Gonzalez é o mais novo reforço do Boston Red Sox.

.

O mercado da MLB está pegando fuegoooo!  A chapa está esquentando e já houve várias contratações interessantes.  Atletas renomados estão mudando de time e assinando contratos milionários, enquanto outros estão renovando com suas equipes.  Hoje, o Chicago White Sox renovou com o Paul Konerko, enquanto o Chicago Cubs trouxe  Carlos Peña do Tampa Bay Rays.  Coitados dos Rays.  Além de Peña, a equipe já perdeu Joaquin Benoit (discutivelmente o melhor arremessador do bullpen) que foi para os Tigers, e está prestes a perder Carl Crawford.  Crawford vai comandar perto de 20 milhões de dólares anuais (aproximadamente 1/3 da folha salarial dos Rays).  Tampa não tem cacife pra segurar o jogador, que deve ir para os Angels ou Yankees.  Os Angels estão dizendo que Crawford é a prioridade número um do time nessa inter temporada.  Os Yankees irão atrás do jogador com unhas e dentes caso a equipe não consiga chegar a um acordo com Cliff Lee, o jogador mais cobiçado no mercado.  O Boston Red Sox também tem interesse mas eu ficaria muito surpreso se a equipe o contratasse.  A única coisa certa é que Crawford não volta para os Rays.  Tampa (playoffs no ano passado) deve piorar bastante em 2011.

O mercado para Cliff Lee está mais restrito.  O jogador vai comandar perto de 25 milhões anuais por 7 temporadas.  Obviamente, os Yankees são os grandes favoritos por ser o time mais rico da MLB. Só que eles só querem oferecer um contrato de até 6 anos.  Texas está fazendo de tudo para renovar com o jogador.  O problema dos Rangers é que o time teve uma folha de pagamento de 55 milhões no ano passado (quarta menor da MLB).  Texas, deve gastar bem mais nessa temporada, mas a folha mudaria “drasticamente” com a renovação de Lee.  Será que Texas está disposto a tomar esse passo? Eu tenho minhas dúvidas.

As transações mais importantes até agora na MLB:

5. Victor Martinez (ex-Red Sox) assinou por 4 anos com o Detroit Tigers:

O fato é que os Red Sox estão procurando um bom catcher defensivo.  Martinez é bom no ataque, e só.  Ele vai ajudar o lineup dos Tigers..  Não acho que isso seja uma grande perda para o Boston.  Os Red Sox não eliminavam nenhum corredor em base e o principal culpado era Martinez. (Porém, é importante destacar que ele sempre jogava bem contra os Yankees).  Olho no ataque dos Tigers esse ano.  Miguel Cabrera,  Victor Martinez, Austin Jackson, etc. formam um grande lineup.

4. Adam Dunn (ex-Nationals) assinou por 4 anos com os White Sox

Adam Dunn ao lado do general manager, Kenny Williams

Amei essa contratação.  Adivinha quem é o segundo jogador com o maior número de home runs na MLB desde 2004? Adam Dunn!  São 282 home runs nas últimas 7 temporadas.  O jogador bateu 38 no ano passado com os Nationals.  Ele vai para Chicago para ser o novo DH.  Os DH dos White Sox bateram apenas 18 home runs em 2010.

3. Derek Jeter e Mariano Rivera renovam com os Yankees

Derek Jeter aperta a mão do general manager Brian Cashman.

Todo mundo já sabia que isso ia acontecer.  Eu sei que parecia que os Yankees e Derek Jeter estavam discutindo e alguns achavam que o relacionamento entre os dois estava ficando estremecido.  Chega!  Jeter renovou por 3 anos e 51 milhões de dólares.  O shortstop é a face dos Yankees e jamais sairia do clube.

Mesma coisa com o Rivera.  Os Red Sox ofereceram um salário de 2 anos 30 milhões de dólares, mas é óbvio que ele não ia para o rival.  Os Yankees fizeram a mesma proposta e o “poderoso chefão” decidiu ficar.  Rivera tem 41 anos, mas continua firme e forte.  Ele somou 38  saves no ano passado.

2. Jayson Werth (ex-Phillies) assinou por 7 anos (126 milhões de dólares) com os Nationals

Jayson Werth

Uauuu.  Werth é bom…mas não vale 126 milhões de dólares.  Sorry.  Ninguém esperava que ele poderia ir para os Nationals.  Muitos achavam que os Red Sox eram os grandes favoritos, mas o dinheiro fala bemmm mais alto.  Werth vai ganhar 18 milhões anuais em Washington.  Nas 8 temporadas anteriores nos Phillies, o jogador ganhou um TOTAL de perto de 14 milhões de dólares.  Hello, mega aumento salarial!!  Não é por acaso que ele assinou rapidinho. Werth é um jogador em ascensão, mas não é nenhuma criança (31 anos).  Ele bateu 34 home runs em 2009 e 27 no ano passado.  É importante lembrar que o lineup dos Phillies tinha grandes jogadores como Ryan Howard e Chase Utley.  Não há dúvida que isso facilitou a vida do Werth.  Pelo salário que vai ganhar, Werth vai ter que bater 40 HR e impulsionar 110.  Se não, não vai valer o investimento dos Nationals.  Eu acho que os Nationals vacilaram bastante.

1. Adrian Gonzalez (ex-Padres) é trocado para os Red Sox

A

Adrian Gonzalez

Finalmente! Faz mais de um ano que o general manager dos Red Sox, Theo Epstein, queria Adrian Gonzalez. Ele finalmente conseguiu.  Gonzalez é um dos melhores jogadores da MLB e vai se encaixar p-e-r-f-e-i-t-a-m-e-n-t-e no lineup dos Red Sox!  Mesmo jogando no horrível Petco Park, Gonzo bateu 31 home runs na temporada passada (ele bateu 40 em 2009).  Ele adora rebater para o campo oposto e deve ser uma máquina de rebatidas duplas no Fenway Park.  Estou ansiosíssimo pra ver o ataque do Boston no ano que vem.  Com Kevin Youkilis, Dustin Pedroia e Jacoby Ellsbury voltando de contusão, o time vai ser assustador.  Eu sinceramente acho que o Gonzalez vai brigar pelo prêmio de MVP em 2011.

A única notícia ruim é que isso significa que Adrian Beltre não joga mais no time.  Beltre foi o melhor rebatedor do Boston em 2009 e agora não tem mais espaço no clube.  Com a chegada do Gonzalez (que joga na primeira base), Kevin Youkilis agora jogará na terceira base (posição de Beltre).

Na troca, Boston mandou 3 jogadores das ligas menores, incluindo Casey Kelly.  Kelly era considerado o melhor prospecto do Boston. (Ele estudou em Sarasota (cidade onde eu morei por 17 anos) na Sarasota High School.  Admito que eu estava torcendo pra ele dar certo em Boston).

O que acham? E Cliff Lee e Carl Crawford, pra onde vão?

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 14 de abril de 2010 MLB - Beisebol | 12:41

Senhores dos anéis

Compartilhe: Twitter

Terça-feira foi dia de festa no Yankee Stadium. Antes do jogo contra o Angels, os jogadores do Yankees receberam os anéis pelo título das World Series. Todos, inclusive Hideki Matsui, que agora joga pela equipe californiana. O japonês, MVP das finais, foi devidamente saudado pela torcida, que certamente sente saudade do Godzilla.

Para amenizar o saudosismos dos fãs, o substituto de Matsui, Nick Johnson, inaugurou o placar com um home run logo no primeiro inning. Mais tarde, no terceiro inning, Jeter mandou outro homer, para alegria de seus pais, que acompanharam o jogo num camarote do Yankee Stadium. O pai, aliás, é a cara do filho. Na verdade, acho que o filho é a cara do pai, certo? Bom, vocês entenderam.

A partida animou os torcedores do Yankees (e só eles), que festejaram uma corrida após a outra, até o time abrir 7 a 1. No sexto inning, foram três walks seguidos cedidos ao Yankees, que lotou as bases do Angels. A-Rod, que tem ótimo aproveitamento em situações assim (vi a estatística durante a transmissão, mas esqueci os números e não achei em nenhum outro lugar), conseguiu a rebatida simples. Jeter e Johnson anotaram as corridas.

Assim como em sua atuação anterior, contra o Boston Red Sox, Andy Pettitte deu show. Dessa vez, segurou o ataque do Angels até o sexto inning sem ceder nenhuma corrida. Sustentou o espetacular ERA de 0,75, um feito e tanto para um sujeito que tem 37 anos e poderia ter se aposentado após o título da última temporada. O problema é que o bullpen do Yankees não acompanha a rotação.

No nono inning, com 7 a 1 no placar, o Yankees, pra variar, entrou em parafuso. Vantagem confortável, Mariano Rivera descansando… sabe como é. Lá veio David Robertson, que conseguiu deixar as bases lotadas sem nenhum eliminado. Resultado: grand slam de Bobby Abreu, 7 a 5 no placar e Mo Rivera chamado às pressas para apagar o incêndio. O “Sandman” não levou nem 5 minutos pra fechar o jogo.

PS: esse título do post tá meio manjado, não tá?

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 9 de abril de 2010 MLB - Beisebol | 20:34

New York Yankees

Compartilhe: Twitter

Oito anos sem um título das World Series é uma eternidade para uma equipe como o New York Yankees. Mas foi preciso ficar fora dos playoffs em 2008 para a diretoria perceber que as coisas estavam erradas. O resultado foi uma lista de boas compras em 2009 e um time digno da tradição de 26 títulos da MLB. Agora, 27.

Mas a festa pela conquista durou pouco. Para o Yankees, mais importante do que conquistar o título é defendê-lo no ano seguinte. O projeto para cumprir bem esse papel passou por decisões difíceis, como as saídas de Hideky Matsui, MVP das Wolrd Series do ano passado, e Johnny Damon, um dos favoritos dos torcedores.

Claro, o Yankees não deixou de investir. A grande aquisição é Curtis Granderson (foto Getty Images), que chega para patrulhar o center field e dar algum suporte a Brett Gardner do lado esquerdo. Javier Vazquez, que teve uma passagem a ser esquecida em 2004, retorna para fortalecer a rotação de pitchers. Mais experiente e eficiente, é uma forma de compensar a chegada de John Lackey ao rival Red Sox.

Se as mudanças foram corretas, só o tempo dirá. Mas a prova de que o futuro do Yankees é promissor é a permanência de Andy Pettitte, que decidiu adiar a aposentadoria em pelo menos um ano. Ao lado de Derek Jeter, Jorge Posada e Mariano Rivera, Pettitte conviveu com duas gerações vencedoras no Yankee Stadium e festejou como poucos o 27º título da equipe. Mas isso é passado. Agora, só um número importa: 28.

Opinião de um adversário
“Talvez faça falta um rebatedor mais potente no outfield. Acho que sentirão falta da potência que Matsui dava a eles por ali”

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 8 de abril de 2010 MLB - Beisebol | 14:16

Aquecendo os motores

Compartilhe: Twitter

Que rodada! A MLB já começou a embalar. Consegui acompanhar três jogos, todos emocionantes. No total, quatro duelos tiveram innings extras, vários jogadores confirmaram a boa fase e o grande clássico entre Yankees e Red Sox teve uma cena impagável. Vamos por partes, jogo por jogo. O melhor fica pro final.

Em Atlanta, sem innings extras, o Braves fez 3 a 2 no Chicago Cubs graças a um HR de duas corridas de Chipper Jones (foto Getty Images) no oitavo inning. O começo de temporada dele não tem sido dos melhores, com apenas 25% de aproveitamento no bastão, mas a paulada de ontem dá esperanças ao Braves.

Por falar em esperança, Jason Heyward, que conseguiu um homer na estreia, somou mais uma RBI ontem e já tem cinco corridas impulsionadas. O novato é uma realidade, vale ficar de olho no desempenho dele.

Na vitória do Pirates sobre o Dodgers por 4 a 3, mais uma bela paulada de Garret Jones, terceiro HR dele da temporada. O cara caiu nas graças da imprensa e ganhou o apelido de Garret “G.I.” Jones, referência aos personagens Comandos em Ação. Lembram?

Dessa vez, porém, o protagonista do Pirates foi o rapidinho Andrew McCutchen, que rebateu três em cinco tentativas. Numa delas, chegou à primeira base mais pela velocidade do que pela potência. Mas quem decidiu o jogo foi Ronny Cedeno, outro pirata que começo o ano quente e conseguiu a rebatida decisiva no décimo inning.

Não vi o clássico Red Sox x Yankees, mas hoje peguei os melhores momentos no site da MLB. Andy Pettitte ficou em campo durante seis innings e só cedeu uma corrida, em rebatida de David Ortiz. Uma bela atuação do experiente pitcher. O recém-chegado Curtis Granderson decidiu o jogo no décimo inning, enquanto Mo Rivera garantiu a vitória na sequência. O jogo acabou 3 a 1 pro time de NY.

Mas o melhor do jogo foi uma cena curiosa entre Kevin Youkilis e Derek Jeter. Primeiro, Pettitte acertou uma senhora bolada na cabeça de Youkilis, sem maiores danos. Lá se foi ele pra primeira base, com cara de poucos amigos. Mais tarde, com os papéis invertidos, John Lackey deu o troco e acertou o cotovelo de Jeter. Lá se foi ele pra primeira base, com Youkilis rindo sem o menor constrangimento. Jeter aceitou a piada e também riu. Nunca tinha visto isso antes. A imagem está abaixo (foto Getty Images).

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de novembro de 2009 MLB - Beisebol | 20:24

MVP’s da MLB

Compartilhe: Twitter

Só para constar aqui. Joe Mauer, do Minnesota Twins, foi eleito hoje o MVP da Liga Americana da MLB. Ele recebeu 27 dos 28 votos para o primeiro lugar. É apenas o segundo catcher a conquistar o prêmio em 33 anos. Ivan Rodriguez, em 1999, tinha sido o último. O segundo colocado foi Mark Teixeira, do Yankees, seguido pelo companheiro de time Derek Jeter. Justíssimo.

Uma adição fora de hora. Na Liga Nacional, sem concorrente, Albert Pujols levou o prêmio. O astro do St. Louis Cardinals foi o grande nome da temporada regular, sem sombra de dúvida. Hanley Ramirez, do Florida Marlins, ficou em segundo, seguido por Ryan Howard, do Philadelphia Phillies.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 13 de novembro de 2009 MLB - Beisebol | 14:28

Vale o Oscar?

Compartilhe: Twitter
Derek Jeter em ação na telona

Derek Jeter em ação na telona

Derek Jeter, shortstop do New York Yankees, interpretará ele mesmo em Other Guys, próximo filme de Will Ferrell, parceiro na tela de Mark Wahlberg, fanático torcedor do Boston Red Sox. Pelo que entendi, Jeter aparece na rua com um taco de beisebol, é confundido com um ladrão e leva um tiro na perna. Anos depois, sei lá eu por qual motivo, vira mendigo. Já os dois atores são devidamente punidos e viram “ex-policiais”.

Jeter é um ator quase experiente. Ele já fez o papel dele mesmo no filme Tratamento de Choque, com Adam Sandler e Jack Nicholson. Ele aparece rapidamente ao lado de Roger Clemens, então pitcher do Yankees, e acho que os dois trocam uma ou duas palavras.

Não sei se a brincadeira vai funcionar muito para o público brasileiro, mas eu certamente vou me divertir no cinema. Não que goste muito de Will Ferrell, mas a presença de Derek Jeter certamente compensa. Depois de 5 World Series, um Oscar até que ficaria bem nas prateleiras do craque.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 MLB - Beisebol | 13:52

27

Compartilhe: Twitter

Foi um título e tanto. O Yankees encerrou um jejum de nove anos, conquistou a World Series pela 27ª vez e acabou com diversas dúvidas surgidas nos últimos anos: não há maldição nenhuma que segure a equipe mais rica da MLB; o Yankees finalmente tem um bom grupo de arremessadores; Joe Girardi tem condições de comandar o time; A-Rod não é um amarelão; Mariano Rivera é mesmo o maior closer da história; Hideki “Godzilla” Matsui é um monstro.

Dei uma rápida olhada em jornais de Nova York para ver qual o nível das manchetes por lá. O NY Times foi sucinto: “Yankees conquista 27º título”. Já o NY Post caprichou, pintando o site inteiro com ‘pinstripes’, as tradicionais listras azuis do uniforme do time. A manchete do Post: “27º Céu – Perritte e Matsui levam Yankees ao título da World Series”.

Entre tranta coisa que vi na internet a respeito do título, escolhi um vídeo da AP como o melhor. O repórter registrou bem de pertinho a festa do time, com direito a gritos de “Matsui, Matsui, Matsui” e ao ótimo humor de Mariano Rivera e Derek Jeter após mais uma conquista. Clique aqui para ver.

Como nem tudo são flores, logo mais vai chegar a hora de remontar o time. Podem sair Hideki Matsui e Johnny Damon, justamente os dois melhores jogadores do time na World Series. Ambos têm contrato no final, e talvez somente um deles permaneça. Andy Pettitte também tem compromisso encerrado e pode se aposentar. O chefe vai ter que gastar mais algum dinheirinho, portanto.

PS: O blog ficou um tempão fora do ar, por isso não consegui postar antes

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 3 de abril de 2009 MLB - Beisebol | 12:22

Casa nova, vida nova

Compartilhe: Twitter

A nova casa do New York Yankees será inaugurada hoje, às 20h05 (de Brasília), num jogo amistoso contra o Chicago Cubs. O estádio tem capacidade para 52 mil torcedores e custou US$ 1,5 bilhão (é bilhão, com “b”).

Ontem, a equipe do Yankees teve a oportunidade de treinar no estádio pela primeira vez. E o primeiro home run “extra-oficial” foi de Derek Jeter, durante o aquecimento. “Agora vai haver uma porção de ‘primeiros’ aqui no estádio. As pessoas vão prestar atenção à primeira rebatida, à primeira corrida, ao primeiro home run… Mas nós só queremos entrar logo na temporada regular e começar a jogar”.

Embora não tenha se mostrado muito preocupado com os recordes, o capitão do Yankees ficou espantado com o estádio e ainda brincou com os jornalistas. “Não posso imaginar que algum estádio seja melhor do que este. É inacreditável. Acho que até as cabines de imprensa estão bem melhores para vocês, não estão?”.

Pra não dizer que sou tendencioso, também será inaugurado hoje o novo estádio do New York Mets, o Citi Field. O jogo contra o Boston Red Sox está marcado para as 19h10 (de Brasília). A casa do Mets custou menos do que a metade do estádio do rival: US$ 700 milhões. O que não representa demérito algum, ainda mais levando em conta a qualidade dos nossos estádios de futebol.

Abaixo seguem algumas fotos do treino do Yankees na casa nova.

Johnny Damon rebateDerek Jeter espantadoO corredor do New Yankee StadiumA fachada do estádioDe dentro do campo

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 MLB - Beisebol, Nascar, NBA - Basquete | 13:27

A “missão G”

Compartilhe: Twitter

A Gatorade acabou de lançar uma baita campanha de marketing chamada “Quest For G”. Parte dessa campanha é um vídeo “hollywodiano” com diversos atletas numa “cruzada em busca do G”. O protagonista é Kevin Garnett, obviamente por causa da letra G. Ao lado dele estão Derek Jeter, do NY Yankees, o velocista Usain Bolt, a dupla de vôlei de praia Walsh/May, o corredor de Nascar Jimmy Johnson e a ginasta Alicia Sacramone.

Quem assistir ao vídeo até o final ainda terá duas boas surpresas: Kareem Abdul-Jabbar, em mais um papel divertido (lembram dele em Apertem os Cintos…?), e a voz de Michael Jordan no final. Embora bem feito e engraçado, o vídeo coloca os atletas em situações um tanto ridículas. Alguém já imaginou se um grupo de atletas aqui no Brasil se submetesse a isso? Seriam motivo de piada por muito tempo.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008 MLB - Beisebol | 16:32

Os milionários do beisebol

Compartilhe: Twitter

CC Sabathia assinou com o New York Yankees, como previsto. Receberá 161 milhões de dólares por sete anos de contrato, como foi dito ontem. No embalo dessa contratação, vai a lista dos jogadores que já assinaram contratos superiores a 100 milhões de dólares na MLB. E A-Rod, o Sr. Madonna, ocupa a duas primeiras posições da relação.

Pos.
Jogador
Time
Duração
Valor
1 Alex Rodriguez NYY 10 anos (2008-17) $275,000,000
2 Alex Rodriguez TEX 10 anos (2001-10) $252,000,000
3 Derek Jeter NYY 10 anos (2001-10) $189,000,000
4 Manny Ramírez BOS 8 anos (2001-08) $160,000,000
5 Miguel Cabrera DET 8 anos (2008-15) $152,300,000
6 Todd Helton COL 11 anos (2001-11) $151,500,000
7 Johan Santana NYM 6 anos (2008-13) $137,500,000
8 Alfonso Soriano CHC 8 anos (2007-14) $136,000,000
9 Vernon Wells TOR 7 anos (2008-14) $126,000,000
9 Barry Zito SF 7 anos (2007-13) $126,000,000
11 Mike Hampton COL 8 anos (2001-08) $121,000,000
12 Jason Giambi NYY 7 anos (2002-08) $120,000,000
13 Carlos Beltrán NYM 7 anos (2005-11) $119,000,000
14 Ken Griffey Jr. CIN 9 anos (2000-08) $116,500,000
15 Kevin Brown LAD 7 anos (1999-2005) $105,000,000
16 Albert Pujols STL 7 anos (2004-10) $100,000,000
16 Carlos Lee HOU 6 anos (2007-12) $100,000,000
Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última