Publicidade

Posts com a Tag Dallas Cowboys

sexta-feira, 22 de outubro de 2010 NFL - Futebol Americano | 18:27

POLVO PAULO PREVÊ A SEMANA 7 DA NFL

Compartilhe: Twitter

A semana 6 não foi das piores para o nosso querido Polvo Paulo.  Ele teve alguns bons acertos (Dolphins em cima do Green Bay) e poucos erros bizzaros (Titans 30, Jaguars 3).  Mesmo assim, foram 9 tiros certos e 5 errados.  Um bom aproveitamento.  Está na hora de recapitular os jogos da sexta rodada e prever a sétima.

Campanha na temporada = 54 acertos 36 erros.

Semana 6

Dolphins 23, Packers 20. Acerto

Fica bem difícil vencer quando 9 de seus melhores jogadores estão fora.  Se eles tivessem jogado, o resultado, provavelmente, teria sido outro.

Rams 20, Chargers 17. Erro

Olha só! Os Rams com três vitórias na temporada.  O time conseguiu 7 sacks no philip Rivers.

Patriots 23, Ravens 20. Erro

O ataque dos Pats produziu bem contra uma das melhores defesas da NFL.  Deion Branch conseguiu 9 recepcões.

Steelers 28, Browns 10. Acerto

Estréia do Colt Mccoy na NFL e a volta de Ben Roethlisberger depois de uma suspensão.  Advinha quem ganhou? Hello, Big Ben!

Texans 35, Chiefs 31. Acerto

Os Chiefs foram roubados pela arbitragem que marcou uma interferência no finalzinho contra Brandon Flowers.  A jogada foi chave, possibilitando a vitória dos Texans.

Giants 28, Lions 20. Acerto

Os quarterbacks dos Lions não conseguem ficar em pé!  Dessa vez, Shaun Hill se machucou.

Eagles 31, Falcons 17. Acerto

Eu ainda acho que a trombada de Dunta Robinson no Desean Jackson foi legal.  Uma pena que os dois saíram do jogo com concussões.

Seahawks 23, Bears 20. Erro

A linha ofensiva dos Bears deve ter alguma coisa contra o Jay Cutler.  Não é possível!  Ele sofreu 6 sacks duas semanas depois de sofrer 9. Oh oh.

Saints 31, Bucs 6. Acerto

Chris Ivory com 158 jardas terrestres.  Teeeeeeeemos um running back!!

Jets 24, Broncos 20. Erro

É uma pena que esse jogo tenha sido decidido numa interferência da defesa dos Broncos.  Eu sou o único que acha que a punição  numa falta de interferência deveria ser de 15 jardas?

49ers 17, Raiders 9. Acerto

Os 49ers não cometeram um turnover!!!!! Esqueça 2012, eu estou achando que o mundo pode acabar a qualquer momento.

Vikings 24, Cowboys 21. Acerto

Eu não sabia que era possível perder tantos jogos com tanto talento.  Parabéns Wade Phillips!

Colts 27, Redskins 24. Acerto

A vitória custou caro para os Colts. Dallas Clark se machucou e está fora da temporada. Ouch!

Titans 30, Jaguars 3. Erro

Eu vou parar de apostar nos jogos dos Jaguars.  Eu não consigo acerta uma com esse time.

Previsões para a Semana 7

Hello, Polvo Paulo dear!

Falcons 24, Bengals 10

T.O. e Ochocinco vão começar a causar problemas no vestiário.

MVP = Roddy White

Dolphins 23, Steelers 21

Os Dolphins finalmente vencem um jogo no quarto período.  Milagres acontecem!!

MVP = Vontae Davis

Ravens 37, Bills 0

Os Bills deveriam mudar seu nome para “Pennies”

MVP = qualquer jogador dos Ravens.  Escolha.


Chiefs 31, Jaguars 10

KC deveria ter vencido na semana passada.  Dessa vez, Matt Cassell e o ataque aéreo vão fazer a festa.

MVP = Matt Cassell


Saints 30, Browns 17

O ataque dos Saints está começando a engrenar.  Hello Drew Brees.

MVP = Drew Brees

Bears 20, Redskins 13

A defesa dos Bears é muito boa.  O time vai se recuperar depois do desastre da semana passada.

MVP = Brian Urlacher

49ers 23, Panthers 22

Os 49ers nos dão mais um motivo para temer o fim do planeta: eles vão vencer fora de casa!!!!!

MVP = a astrologia

Rams 24, Bucs 21.

Os Rams são relevantes de novo…e os Bucs também.  Ai, ai, ai.  Está tudo do avesso.  Eu olho no espelho e nem me reconheço mais.

MVP = Sam Bradford.

Titans 27, Eagles 26.

Kerry Collins vai levar os Titans a uma vitória em cima dos Eagles (que jogam sem Desean Jackson).

MVP = Kerry Collins

Seahawks 34, Cardinals 13

Os Seahawks vão demolir o QB dos Cards, Max Hall.

MVP = Matt Hasselback


Chargers 31, Patriots 28

Os Chargers só jogam bem em casa.  Esse jogo é em San Diego.

MVP = Phillip Rivers

Broncos 31, Raiders 23

Uma das melhores rivalidades da NFL durante a década de 90.

MVP = Kyle Orton

Packers 20, Vikings 17

Dessa vez, Aaron Rodgers vai sair sorrindo contra o “vovô”.

MVP = Clay Matthews

Cowboys 30, Giants 20

Os Cowboys precisam vencer todos os confrontos contra rivais da divisão, se não, é bye-bye temporada.

MVP = Miles Austin

O que acham??


Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 20 de outubro de 2010 NFL - Futebol Americano | 02:17

O QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO NA SEMANA 6 DA NFL

Compartilhe: Twitter

Mais uma semana emocionante na NFL.  Aqui estão cinco coisas que me chamaram a atenção.

5. Cameron Wake é o cara em Miami

Cameron Wake consegui 3 sacks contra os Packers.

Quem vai colocar pressão no quarterback com as saídas de Jason Taylor e Joey Porter?  Essa era a grande questão antes do início da temporada em Miami.  Questão resolvida!  Bem-vindo à NFL meu querido Cameron Wake.  Depois de anotar 3 sacks contra o Green Bay Packers, o segundo anista do Miami Dolphins agora soma 6 sacks na temporada.  Jason Taylor (3) e Joey Porter (1) somam apenas 4!

Wake tem uma história interessante.  Ele não foi draftado, foi cortado do New York Giants em 2005 e acabou ficando um um ano longe dos gramados.  Nesse meio tempo, Wake trabalhou como personal trainer e corretor de hipoteca.  Ele voltou em 2007 na Canadian Football League.  Nas temporadas de  ’07 e ’08, Wake somou 39 sacks e chamou a atenção dos olheiros. Em 2009, ele assinou um contrato com os Dolphins e mostrou seu talento com 5,5 sacks em oportunidades limitadas.  Agora, o linebacker está provando que merece ser titular e assegura o torcedor dos Dolphins que Jason Taylor e Joey Porter não farão falta em Miami.

4. O Dallas Cowboys está completamente perdido.

Tony Romo lançou mais duas interceptações contra os Vikings

Muitos achavam (incluindo o Paulo Antunes) que esse seria o ano dos Cowboys.  Depois de uma forte temporada em 2009, Dallas parecia que estava a caminho de, possivelmente, se tornar o primeiro time a jogar em casa no Super Bowl.   Bom, depois de cinco jogos e uma derrota na última rodada contra os Vikings, parece que isso não irá acontecer.  Os Cowboys estão fazendo tudo errado.  Muitas faltas, muitos turnovers, um jogo terrestre fraco e uma linha ofensiva que não protege o quarterback.  Os Cowboys dispensaram Flozell Adams (left tackle) e tiveram contusões importantes durante a pré-temporada (Kyle Kosier e Marc Colombo).  Isso mexeu com a continuidade da linha ofensiva, que foi uma das melhores da liga no ano passado.  Tashard Choice, Felix Jones e Marian Barber eram pra formar um “monstro de três cabeças” correndo com a bola.  Até agora, esse trio não tem sido um horror.   Inclusive, Barber estava envolvido em rumores de troca.

Vai ser muito difícil para os Cowboys se recuperarem.  Times que começam 1 e 4, raramente vão aos playoffs.  É obvio que o time tem talento mas falta disciplina.  O primeiro passo à recuperação é jogar com mais inteligência.  Se Dallas ficar longe dos turnovers e das faltas, ainda acho possível sonhar com uma vaga nos playoffs.

3. O San Diego Chargers não consegue vencer fora de casa.

Os Chargers somam muitas jardas e muitas derrotas.

O torcedor dos Chargers olhou na tabela de jogos antes da temporada e falou, “caramba que fácil! Vamos começar com seis vitórias e nenhuma derrota.” NOT.  Derrotas para Kansas City, Seattle, Oakland e St.Louis fora de casa deixam o torcedor bem pessimista.  Os Chargers somam mais jardas que todos os times da NFL, só que fica difícil vencer quando sua linha ofensiva permite 7 sacks contra o St.Louis Rams!  San Diego venceu 13 jogos no ano passado e todo mundo achava que a caminhada na AFC Oeste seria fácil, fácil, fácil. Isso não tem acontecido.

A tabela fica complicada nas próximas três semanas.  O time recebe os Patriots, Titans e viaja pra Houston pra encarar os Texans.  Se San Diego perder dois desses jogos (que eu acho MUITO possível) a equipe estará numa situação complicadíssima na classificação.

2. A temporada do Green Bay Packers está prejudicada por causa das contusões.

As contusões dos Packers estão frustrando o técnico Mike Mccarthy.

Antes da temporada, o otimismo permeava a cidade de Green Bay.  Parecia que o time estava pronto pra tomar mais um passo em direção ao Super Bowl!  O Pack foi aos playoffs no ano passado e essa temporada tinha tudo pra ser especial.  No papel, o time era completo em todas as posições.  Aaron Rodgers está se tornando um dos grandes quarterbacks da liga,  Greg Jennings e Donald Driver são grandes wide receivers, o céu é o limite para Jermichael Finley que promete ser um dos melhores tight ends da liga, a defesa foi a segunda melhor da temporada passada, Ryan Grant é um dos melhores running backs da NFL.  Enfim, não tinha como não apontar os Packers como um dos favoritos.

Infelizmente, as coisas mudam bastante durante uma temporada. CONTUSÕES matam.  Nessa última semana contra os Dolphins, os Packers jogaram sem 9 jogadores importantíssimos (Al Harris, Atari Bigby, Nick Barnett, Morgan Burnett, Brandon Chillar, Clay Matthews, Ryan Grant, Jermichael Finley, Mark Tauscher).  Além disso, Brady Poppinga (substituto de Clay Matthews) se machucou durante o jogo!  Isso é basicamente metade do time!  Grant, Barnett e Finley não jogam mais esse ano. Que azar!

A boa notícia é que o resto dos jogadores citados devem voltar em breve e com certeza vão ajudar o time.  A má notícia é que o time perdeu dois jogos seguidos e está começando a se complicar na classificação com três vitórias e três derrotas.  Os Packers encaram Brett Favre e os Vikings na semana que vem.  Eu ainda acho que Green Bay tem time pra chegar ao Super Bowl.  Vamos ver se ninguém mais se machuca.

1. O bom filho à casa torna!

Deion Branch está de volta com os Patriots!

Deion Branch foi o MVP do Super Bowl XXXIX, terminando com 11 recepções e ajudando o New England Patriots a se consagrar campeão.  No último domingo, contra os Ravens, ele mostrou que ainda tem muita gasolina no tanque.  Em seu primeiro jogo de volta com os Pats (ele foi trocado pelo Seattle Seahawks), Branch agarrou 9 bolas para 98 jardas e foi crucial na vitória dos Pats em cima dos Ravens.  O jogador mostrou que ainda está em ótima sintonia com o Tom Brady e espera amenizar a ausência de Randy Moss, agora com os Vikings.  (Eu falo “amenizar” porque ninguém substitui um Randy Moss.)

Eu acredito que quando o quarterback é bom, ele ganha com qualquer tipo de jogador.  Por isso, acho que o ataque dos Patriots vai continuar bem forte.  É certo que o passe longo vai ser menos usado sem Randy Moss.  Mesmo assim, eu acho que Brady vai conseguir se virar com Branch, Brandon Tate, Wes Welker e os calouros Brad Gronkowski e Aaron Hernandez.  New England não terá o mesmo ataque dinâmico que tinha com o Moss, mas acredito que o poder ofensivo do time ainda assuste os adversários.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 16 de setembro de 2010 NFL - Futebol Americano | 19:20

A BOLA DE CRISTAL JÁ TEM AS PREVISÕES PARA A SEGUNDA RODADA DA NFL

Compartilhe: Twitter

A bola de cristal está de volta depois de um bom desempenho na semana passada!  A nossa querida bolinha acertou 12 de 16 palpites incluindo o placar de Jacksonville Jaguars 24 x Denver Broncos 17.  Com uma campanha de 12 e 4, A pelotinha cristalina (eu preciso de uma sugestão de nome para a bola de cristal, please) busca mais uma semaninha bem-sucedida.

Aqui estão os acertos e erros da semana passada, e as previsões para a segunda rodada!!

12 acertos, 4 erros

1. New Orleans bate Minnesota. Acerto

Aposta de MVP = Tracy Porter.

Resultado= A defesa dos Saints foi o destaque da partida mas não necessariamente Tracy Porter.

2. Tampa bate Cleveland. Acerto

Aposta de MVP: Josh Freeman.

Resultado: O segundo-anista teve dois passes para touchdown.

3. Jacksonville bate Denver. Acerto

Aposta de MVP: Maurice Jones- Drew.

Resultado: Drew correu para 98 jardas mas o destaque foi David Garrard.

4. Houston bate Indianapolis. Acerto

Aposta de MVP: Matt Schaub

Resultado: Arian Foster foi o melhor jogador em campo com 231 jardas terrestres.

5. Tennessee bate Oakland. Acerto

Aposta de MVP: Chris Johnson

Resultado: Chris Johnson mandou no jogo com 142 jardas terrestres e um TD de 76 jardas.

6. Miami bate Buffalo. Acerto

Aposta de MVP: Brandon Marshall

Resultado: Marshall foi o destaque do ataque, mas a defesa dos Dolphins fez a diferença.

7. New York Giants bate Carolina. Acerto

MVP: Eli Manning

Resultado: Manning jogou bem mas Hakeem Nicks foi o cara da partida com 3 TDs.

8. Chicago bate Detroit. Acerto

Aposta de MVP: Johnnie Knox

Resultado:  Matt Forte foi o grande jogador dos Bears.

9. New England bate Cincinnati. Acerto

Aposta de MVP: Tom Brady

Resultado: Brady teve uma partida fantástica com 3 TDs e nenhuma interceptação.

10. Pittsburgh bate Atlanta. Acerto

Aposta de MVP: Troy Polamalu

Resultado: A defesa dos Steelers dominou os Falcons e Polamalu conseguiu uma interceptação.

11. Green Bay bate Philadelphia. Acerto

Aposta de MVP: Aaron Rodgers

Resultado: Rodgers lançou duas interceptações.  Clay Matthews teve 3 sacks.

12. St.Louis bate Arizona. Erro

Aposta de MVP: Sam Bradford

Resultado: Bradford lançou três INTs.  Steve Breaston foi o melhor jogador em campo com 7 recepções e 132 jardas.

13. San Francisco bate Seattle. Erro

Aposta de MVP: Frank Gore

Resultado: Gore não jogou nada.  A defesa dos Seahawks dominou.

14. Dallas bate Washington. Erro

Aposta de MVP: Tony Romo

Resultado: Deangelo Hall teve a jogada da partida, retornando um fumble para TD.

15. New York Jets bate baltimore. Erro

Aposta de MVP: Darrelle Revis

Resultado: Revis marcou Derrick Mason muito bem.  Porém, Anquan Boldin foi chave para a vitória dos Ravens.

16. Kansas City bate San Diego. Acerto

Aposta de MVP: Jammal Charles

Resultado: Charles foi chave.  Ele teve um TD lindo de 56 jardas que ajudou os Chiefs a conseguirem a vitória.

Previsões para a segunda rodada:


Tennessee Titans 17, Pittsburgh Steelers 6

MVP: Cortland Finnegan

Green Bay Packers 33, Buffalo Bills 3

MVP: Aaron Rodgers


Miami Dolphins 23, Minnesota Vikings 20

MVP: Karlos Dansby


Kansas City Chiefs 20, Cleveland Browns 17

MVP: Thomas Jones



Dallas Cowboys 24, Chicago Bears 6

MVP: Miles Austin



Atlanta Falcons 23, Arizona Cardinals 14

MVP: Matt Ryan


Carolina Panthers 20, Tampa Bay Bucs 10

MVP: DeAngelo Williams



Philadelphia Eagles 17, Detroit Lions 13

MVP: Michael Vick


Baltimore Ravens 17, Cincinnati Bengals 13

MVP: Ray Lewis



Denver Broncos 24, Seattle Seahawks 21

MVP: Knowshown Moreno



Oakland Raiders 31, St.Louis Rams 24

MVP: Darren Mcfadden



Houston Texans 23, Washington Redskins 21

MVP: Andre Johnson



New York Jets 20, New England Patriots 17

MVP: Shonn Greene



San Diego Chargers 26, Jacksonville Jaguars 17

MVP: Philip Rivers



Indianapolis Colts 34, New York Giants 20

MVP: Peyton Manning



New Orleans Saints 27, San Francisco 49ers 24

MVP: Drew Brees


O QUE ACHAM?? QUAIS SÃO AS SUAS PREVISÕES??

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de julho de 2010 NFL - Futebol Americano | 17:32

DEZ BRYANT DO DALLAS COWBOYS COMETE UMA GAFE

Compartilhe: Twitter

Estava tudo tranquilo em Cowboylandia.  Dez Bryant, que teve problemas extracampo quando jogava na Universidade de Oklahoma State, estava sendo um moço exemplar.  Considerado um dos cinco melhores talentos do último draft, o jogador caiu como uma luva para o Dallas que selecionou o Wide Receiver com a vigésima quarta escolha no recrutamento (ele só caiu tanto no draft porque muitos questionavam o caráter dele).  Com recepções acrobáticas nos treinamentos, o atleta vem empolgando muitos torcedores, e não há dúvida que esse jovem talento tem tudo para ajudar sua equipe chegar longe nos playoffs na próxima temporada.

Dez Bryant fazendo uma recepção na frente de Mike Jenkins durante um treinamento dos Cowboys ontem em San Antonio, Texas.

Só que tem um probleminha.  Dez Bryant precisa entender que ele é apenas um calouro.  Dentro de campo, é ótimo que ele tenha a paixão e dedicação de um veterano e jogue como “gente grande”.  Mas, da mesma forma que ele tem feito isso, ele precisa entender se relacionar com os veteranos e saber que na NFL há um hierarquia muito bem definida.  Ontem, logo após um treino do Dallas, Bryant não respeitou isso e consequentemente desrespeitou um companheiro de equipe.  Ele se recusou a carregar os “shoulder pads”(equipamento que protege os ombros) de Roy Williams de volta ao vestiário.  Os dois estão batalhando por uma posição no time titular.  Não sei se isso pesou, e acho que não há uma rixa entre os dois.  Inclusive, Williams tem falado muito bem de Bryant publicamente.

Roy Williams dando autógrafos ontem em San Antonio, Texas.

Bryant se defendeu falando que ele não vai fazer esse tipo de coisa porque sente que foi “draftado para jogar futebol americano e não carregar os ‘shoulder pads’  de outro jogador.”  Ele enfatizou que não queria ofender ninguém com o gesto.  Williams falou com a imprensa e disse, “todos passam por isso.  Eu passei, e não importa se você é a primeira escolha ou a escolha de número 7000 [no draft], todo calouro precisa fazer alguma coisa.”  Williams está certíssimo.

Todo calouro, eu repito, TODO CALOURO, passa por algum ritual de iniciação após entrar na liga.  Faz parte de se tornar um profissional na NFL.  Ás vezes os calouros são obrigados a pagar a conta em restaurantes, carregar o equipamento dos veteranos, etc.  Não é nada pesado e é a obrigação do calouro levar isso como uma brincadeira.

No ano passado, eu tive a oportunidade de ver um treino do Miami Dolphins em Davie na Florida.  A primeira escolha do draft dos Dolphins em 2009 foi Vontae Davis.  Advinha quem estava carregando dois shoulder pads depois do treino com um sorriso de orelha a orelha?  Exatamente, Vontae Davis.  Davis teve uma boa temporada e hoje é um atleta respeitado no vestiário.

Vontae Davis não reclamou de ter que carregar os shoulder pads de um veterano.

Dez Bryant passou por momentos conturbados em sua carreira universitária e a última coisa que ele precisa é de mais publicidade ruim.  Com esse gesto, ele irritou Williams e corre o risco de perder o respeito dos veteranos.  É uma forma de dividir o grupo, e isso não faz bem a ninguém.

E outra, pode ter certeza que os veteranos não vão deixar barato.  Algum revanchismo vai acontecer.  Não sei se um dia Bryant vai encontrar minhocas em sua cueca, ou se seu armário vai virar um depósito de chicletes mascados, sei lá.  Só acho que ele precisa cultivar a amizade dos companheiros e buscar ficar bem longe das notícias.  Ontem, ele falhou nas duas coisas.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 NFL - Futebol Americano | 21:00

Aquecimento para o Super Bowl

Compartilhe: Twitter

Deu a lógica nas finais de conferência da NFL. Quer dizer, os dois times que jogaram em casa e que fizeram melhor campanha ao longo da temporada venceram. Não sei se isso é exatamente “lógico”… Agora, o Super Bowl promete ser equilibrado e emocionante, o que poderia não acontecer se Vikings ou Jets tivessem vencido um dos jogos. Mas ainda lamento a ausência de Brett Favre no jogo do dia 7 de fevereiro.

Aproveitando o material da Sporting News, segue abaixo uma lista de semelhanças e diferenças entre os dois times. Acho que é o bastante para definir quem leva vantagem na disputa.

NFL

SEMELHANÇAS

Ótimos passadores: Peyton Manning (33) e Drew Brees (34) são dois dos QB com mais passes para touchdown nesta temporada, ao lado de Brett Favre (33).

Recebedores eficientes: o Colts tem cinco jogadores que, somados, fizeram 358 recepções, 4.147 jardas e 34 touchdowns; já o Saints tem cinco jogadores que somam 261 recepções, 3.504 jardas e 26 touchdowns.

Os melhores da liga: desde o duelo entre Cowboys e Bills, há 16 anos, o Super Bowl não colocava frente a frente os dois times de melhor campanha na temporada regular. Aliás, Colts e Saints chegaram invictos ao mês de dezembro!

DIFERENÇAS

Jogo corrido: o Saints tem o sexto melhor desempenho em jogo corrido na liga, com 131,6 jardas; o Colts é o último nesse quesito, com apenas 80,9 jardas. Sobre isso, um artigo interessante, em inglês, está aqui.

Contribuição dos rookies: o Colts tem cinco novatos com papéis importantes na equipe: o running back Donald Brown, os cornerbacks Jerraud Powers e Jacob Lacey, o wide receiver Austin Collie e o punter Pat McAfee; o Saints conta apenas com Thomas Morstead, ótimo nos punts e kickoffs.

Experiência: esta é a segunda presença do Colts no Super Bowl num intervalo de quatro, enquanto o Saints jamais esteve lá em toda sua história.

De todos esses quesitos, o que julgo menos relevante é “contribuição dos rookies”. Afinal, não é a presença, ou a ausência, de bons novatos que define a qualidade de um time, embora isso influa no vigor. Já a experiência é um fator importante, mas a diferença entre os dois times não é tão grande como pode parecer.

Na soma dos fatores, vejo o Saints em pequena vantagem. Além de um time mais versátil, o emocional pode pesar a favor do time de New Orleans, motivado pela chance de dar um título à cidade após a tragédia do Katrina. E vocês sabem como americano se deixa levar por esse tipo de coisa, por mais que tenham se passado cinco anos desde então.

PS: dessa vez eu não roubei a imagem de ninguém. Eu mesmo fiz. Por isso não ficou tão legal.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010 NFL - Futebol Americano | 11:17

Agora vai pegar fogo

Compartilhe: Twitter

Sou péssimo de palpites. Um dos meus grandes problemas é escolher sempre as zebras erradas. Só que na rodada da NFL deste final de semana eu acertei 75%. Só errei na vitória do Jets, e foi por pouco. Ou eu melhorei nos palpites, ou os resultados foram bastante óbvios. Fico com a segunda opção. Três favoritos venceram, e todos por placares folgados. Caiu o Chargers, o menos favorito entre os favoritos, na minha opinião. No próximo final de semana, as finais de conferência. Como já disse, adoraria um Super Bowl entre Minnesota Vikings e Indianapolis Colts. E acho que vai dar, embora sem muita convicção.

nfl

NY Jets x Indianapolis Colts (domingo, 18h)

Pra quem já esqueceu, foi o Jets que impôs a primeira derrota do Colts na temporada regular, já na 16ª semana. Só que o time de Indianapolis estava sem Payton Manning e uma porção de titulares. Agora será diferente.

O Colts tem Manning, com experiência de sobra em grandes jogos e preparado para romper a barreira do time de New York, sobretudo com jogadas de passe. Só que o Jets tem a melhor defesa e o melhor jogo corrido da NFL, o que ajuda a equilibrar o duelo. Não dá pra apontar um favorito, mas o Colts transmite mais confiança.

Minnesota Vikings x New Orleans Saints (sábado, 21h30)

Um jogo bem bacana que não foi disputado na temporada regular. Um duelo entre dois grandes QB’s, Brett Favre x Drew Brees. Duas equipes embaladas, que atropelaram seus adversários no último final de semana. Um jogaço, talvez o melhor dos playoffs até agora.

O Cowboys venceu o Saints, em New Orleans, na temporada regular. Já o Vikings atropelou o Cowboys nos playoffs. Acho que isso significa alguma coisa. Só que o Saints readquiriu a confiança perdida ao enfiar 45 a 14 no Arizona Cardinals, lembrando o time que venceu 13 jogos seguidos na temporada. Drew Brees resume: “Sabemos que somos o Saints de 13-0”.

PS: A bela imagem acima eu roubei descaradamente do site da NFL.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 12 de janeiro de 2010 NFL - Futebol Americano | 16:25

Análise da NFL

Compartilhe: Twitter

Aí vai a análise dos próximos duelos da NFL, marcados para sábado e domingo. O texto não é meu, é apenas tradução da Sporting News. Mas achei todos perfeitos, não teria o que acrescentar. Já os palpites são meus. Sem surpresa, acho que os favoritos levam. E adoraria ver um Super Bowl Colts x Vikings, Manning x Favre.

NEW ORLEANS SAINTS X ARIZONA CARDINALS (sábado, 19h30)
Razão para apostar no Saints: o time tem um ataque potente liderado por Drew Bress, e a defesa do Cardinals já foi destruída pelo Packers.
Razão para apostar no Cardinals: Kurt Warner e Larry Fitzgerald parecem prontos para disputer o Super Bowl mais uma vez.
Palpite: New Orleans Saints

INDIANAPOLIS COLTS X BALTIMORE RAVENS (sábado, 23h15)
Razão para apostar no Colts: o time venceu todos os 14 jkogos em que utilizou os jogadores titulares, e Peyton Manning é o MVP da liga.
Razão para apostar no Ravens: a defesa “jantou” Tom Brady. Por que não fazer de Manning a sobremesa? “Eu sei que o 18 (Manning) vem aí. Mas ele tem que saber que estou de olho nele”, disse Ed Reed, safety do Ravens
Palpite: Indianapolis Colts

MINNESOTA VIKINGS X DALLAS COWBOYS (domingo, 16h00)
Razão para apostar no Cowboys: ao longo do último mês, o time tem sido o mais impressionante da Coferência Nacional. Após vencer o Eagles, quebrou a série de derrotas em playoffs.
Razão para apostar no Vikings: o time está invicto dentro de casa, e o descanso que teve nos últimos dias deve ajudar bastante o QB Brett Favre.
Palpite: Minnesota Vikings

SAN DIEGO CHARGERS X NEW YORK JETS (domingo, 19h40)
Razão para apostar no Chargers: é o time mais quente da NFL, com uma série de 11 vitórias seguidas.
Razão para apostar no Jets: tem um jogo de corrida forte, uma defesa firme e um certo ar de superioridade. “É bom que achem que já fizemos o bastante. Mas eu vim aqui para ganhar o campeonato”, disse o técnico Rex Ryan.
Palpite: San Diego Chargers

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 22 de setembro de 2009 MLB - Beisebol, NFL - Futebol Americano | 09:04

Voltamos com tudo

Compartilhe: Twitter

Lá se vão praticamente dois meses sem atualizações por aqui. É tempo demais, mesmo pra alguém que curtiu longas férias. Mas estamos de volta. E voltamos num grande momento, com a NFL já na segunda semana, a NBA e a NHL pertinho de começar e a MLB em momento de definição.

Na NFL, os times estão só se aquecendo, mas alguns já mostraram as garras. Não consegui ver muitos jogos, mas dá pra notar que New York Giants e Indianapolis Colts começaram com tudo. Números à parte, os dois são minha aposta para o Super Bowl.

Mas o que mais me chamou a atenção na liga da bola oval foi o novo estádio do Dallas Cowboys. Ao custo de US$ 1,1 bilhão, o Cowboys ergueu uma arena de última geração com capacidade para até 111 mil pessoas. Logo na partida inaugural contra o Buffalo Bills, a equipe levou pouco mais de 105 mil pessoas ao estádio e quebrou o recorde de público da NFL. Abaixo, uma foto para dar ideia do tamanho do negócio. E saquem só a qualidade do telão, tão comentado durante a transmissão de Everaldo Marques e Paulo Antunes na ESPN.

Cowboys Stadium

Cowboys Stadium na partida em que o Giants venceu o Cowboys por 33 a 31, no domingo à noite

Na MLB, o NY Yankees está pertinho de assegurar vaga nos playoffs. Precisa vencer mais um jogo, ou então torcer por um tropeço do Texas Rangers. Não aconteceu nem uma coisa nem outra na segunda-feira. Menos pior que o Boston Red Sox perdeu e não diminuiu a diferença na briga pela liderança da Liga Americana – Leste.

Yankees, Angels, Phillies e Cardinals já estão nos playoffs. Só falta confirmarem isso nos números. O Dodgers está quase lá, mas ainda corre risco mínimo. A briga boa é na Liga Americana – Central. A vantagem do Detroit Tigers sobre o Minnesota Twins é de apenas 2,5 jogos. Briga boa também pela vaga do Wild Card, como você vê abaixo.

Liga Americana
Time…………………..V………..D…………Pct………..Dif………..E
Boston……………….89……….60………..597………..-………….-
Texas………………..82……….67………..550……….7.0………..7
Seattle……………….78……….72………..520……….11.5………2
Minnesota…………..77……….73………..513……….12.5………1
Tampa Bay………….77……….73………..513……….12.5………1

Liga Nacional
Time…………………..V…………D………….Pct………..Dif……..E
Colorado……………..85……….65………..567…………-………..-
San Francisco……….81……….69………..540……….4.0………9
Atlanta………………..80……….70………..533……….5.0………8
Florida………………..80……….70………..533……….5.0………8
Chi Cubs……………..77……….72………..517……….7.5………6
Milwaukee……………74……….76………..493……….11.0……..2

V: vitórias
D: derrotas
Pct: porcentagem
Dif: diferença em relação ao líder
E: jogos que faltam para a eliminação

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 NFL - Futebol Americano | 08:50

Pittsburgh Steelers bate Cardinals em jogo para a história

Compartilhe: Twitter

Em uma partida disputada e emocionante, o Pittsburgh Steelers confirmou seu favoritismo e conseguiu vencer o Arizona Cardinals por 27 a 23, se tornando o maior campeão do Super Bowl, com seis vitórias.

O Steelers foi criado em 1933, em Pittsburgh, no estado da Pensilvânia, e é um dos times mais tradicionais da NFL. A equipe já jogou sete vezes o Super Bowl e venceu em outras cinco oportunidades: 1974, 1975, 1978, 1979 e 2005. Com a conquista deste domingo, o Steelers supera Dallas Cowboys e San Francisco 49ers, que tinham o mesmo número de vitórias.

Antes do início da partida, a cantora americana Jennifer Hudson fez um regresso triunfal aos palcos ao cantar o Hino Nacional dos Estados Unidos no estádio de Tampa, na Flórida, três meses depois que sua mãe, irmão e sobrinho foram assassinados.

O irmão e a mãe de Hudson foram encontrados mortos em sua residência em Chicago em outubro de 2008. O corpo de seu sobrinho foi encontrado três dias depois em um carro abandonado.

Assista ao hino dos EUA na voz de Jennifer Hudson:

O Arizona Cardinals inciou o jogo nervoso, muito por conta da inexperiência em grandes decisões. O time era o “azarão” do Super Bowl e sua vitória seria uma das maiores zebras do esporte. A equipe teve a pior campanha entre os 12 classificados aos playoffs e na última temporada ficou apenas em nono na conferência.

A última jogada do primeiro tempo foi uma pintura. O linebacker do Steelers James Harrison, “jogador de defesa do ano” eleito pela NFL, interceptou um passe de Kurt Warner na linha da end zone, correu como se não houvesse amanhã até o outro lado do campo e marcou um touchdown de 100 jardas (91 metros). Com este touchdown, o Steelers abriu 10 pontos de vantagem sobre o Cards e parecia já ter o jogo sob controle.

Assista ao touchdown de 100 jardas do Steelers:

O show do intervalo é sempre uma atração à parte no Super Bowl. Já contou com nomes como U2, Paul McCartney, Rolling Stones… além do famigerado “acidente de vestuário” de Janet Jackson, que deixou um seio à mostra em rede nacional.

A atração deste ano foi Bruce Springsteen, “The Boss”, que agitou a torcida com “Tenth Avenue Freeze-Out”, “Born to Run”, “Working on a Dream” e o clássico “Glory Days.”

Assista à apresentação de Springsteen:

O segundo tempo começou truncado e após muitas faltas do Steelers o Arizona conseguiu uma impressionante virada. A três minutos para o final, o placar marcava 23 a 20 para o Cardinals, resultado que deixava o time de Arizona muito perto da conquista do título inédito.

Mas um touchdown do Steelers a 30 segundos do apito final fez com que o sonho de uma grande zebra no Super Bowl chegasse ao fim. Ben Roethlisberger, o Big Ben, fez um passe certeiro para Santonio Holmes, que conseguiu o touchdown ao pegar a bola no ar, sem tirar os pés da end zone. Foi o touchdown do título. O sexto do Pittsburgh Steelers. Maior campeão do Super Bowl da história!

Assista ao touchdown do título do Steelers:

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 2 de dezembro de 2008 MLB - Beisebol, NBA - Basquete, NFL - Futebol Americano, NHL - Hóquei | 15:17

Os fanáticos vestem verde

Compartilhe: Twitter

Se você fosse dono de uma grande empresa dos Estados Unidos e decidisse investir no esporte profissional, qual equipe patrocinaria? Segundo os especialistas, a melhor escolha seria o Gren Bay Packers, que no último final de semana praticamente deu adeus à briga por vaga nos playoffs da NFL ao perder para o Carolina Panthers por 35 a 31. Isso é o que diz uma pesquisa feita pela Turkney Sports & Entertainment, que engloba os 122 times das quatro maiores ligas profissionais dos EUA (MLB, NFL, NBA e NHL) e foi feita em junho deste ano com cerca de 12 mil torcedores.

De acordo com a pesquisa, o Packers tem a marca mais forte e os torcedores mais fiéis do esporte norte-americano, levando em conta apenas o mercado local. Isso quer dizer, mais ou menos, que a torcida de Winscosin compraria qualquer tranqueira só para dar uma forcinha ao time. Em segundo lugar ficou o Boston Red Sox, da MLB, seguido pelo Pittsburgh Steelers, também da NFL e vencedor da pesquisa no ano anterior,

A pesquisa apontou, também, qual seria o melhor investimento levando em conta o mercado nacional. Nesse caso, o investimento certeiro é o New York Yankees, detentor de 26 títulos da MLB e franquia mais vencedora entre os quatro principais esportes profissionais dos Estados Unidos (beisebol, futebol americano, basquete e hóquei). Nesse critério, o Packers ficou em segundo lugar, seguido por Red Sox, Dallas Cowboys e Los Angeles Lakers.

Torcida do Green Bay Packers

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última