Publicidade

Posts com a Tag Cleveland Cavaliers

quarta-feira, 30 de junho de 2010 MLB - Beisebol, NBA - Basquete | 20:42

DIA 1 DE JULHO SE APROXIMA! VEJA PARA ONDE VÃO OS 6 PRINCIPAIS FREE AGENTS DA NBA. MINHA BOLA DE CRISTAL TEM AS RESPOSTAS.

Compartilhe: Twitter

Qual será o destino dessa lenda?

A bola de cristal ficou bem empolgadinha hoje. Ela acordou cheia de respostas. Eu pensei que ela só ia divulgar o futuro de Joe Johnson, mas ela decidiu falar bem mais que isso! Joe Johnson, Dirk Nowitzki, Amare Stoudamire, Chris Bosh, Dwayne Wade e Lebron James. Hoje ela não parou! Confira para onde vão esses 6 jogadores, segundo a minha bola de cristal.

Joe Johnson

É verdade:

Joe Johnson é um dos melhores pontuadores da NBA. Ele faz de tudo. O atleta corta pra cesta, arremessa de longe, tem bastante agilidade. O Sr. Johnson é uma estrela e uma parte fundamental do Atlanta Hawks, que terminou com a terceira melhor campanha da Conferência Leste na última temporada. Johnson teve médias de 21 pontos e 5 assistências por jogo. O trio de Mike Bibby, Josh Smith e Johnson é um dos mais fortes da NBA. Aos 29 anos, Johnson ainda tem mais uns 4 ou 5 anos de bom basquete e será muito cobiçado por vários times.

Minha bola de cristal diz: O Atlanta Hawks deveria fazer de tudo pra contratar Johnson. O problema é que outros times (Knicks, Nets, Wizards, etc.) estão bem mais desesperados e têm mais dinheiro pra gastar. Por isso, minha bola de cristal acha que o próximo destino do jogador será: Nova Iorque. Hello New York Knicks! Joe sabe que em NY ele vai se destacar muito no maior mercado da NBA e o ataque dos Knicks vai melhorar bastante com ele. Não acho que os Knicks vão conseguir assinar com Lebron ou Wade, então Johnson será a próxima opção. Se New York conseguir segurar o free agent David Lee (20,2 pontos por jogo na última temporada), o trio de Johnson, Lee e Danillo Gallinari(15 pontos) vai dar o que falar em 2010-2011.

Amare Stoudemire

É verdade:

Stoudemire é uma fera no ataque. Quando ele joga com intensidade (que nem sempre é o caso) o jogador simplesmente domina. No ano passado foram 24 pontos, 9 rebotes e um aproveitamento de 56% de quadra. Números sensacionais. O problema do Amare é que defensivamente ele não é forte. Inclusive, ele é considerado um dos piores da NBA defendendo o “corta-luz”. Isso é um problema sério, especialmente se ele quiser jogar em Chicago, por exemplo, com o novo técnico e gênio de defesa, Tom Thibedeau. Outra coisa que pode assustar clubes é o fato do jogador já ter passado por três cirurgias e uma de microfratura. Amare ainda é novo (27 anos), mas se tiver que passar por outra cirurgia (dizem que é uma possibilidade) o que será do jogador? Sem dúvida, isso é algo que precisa ser levado em consideração.

A minha bola de cristal diz:

Amare não gosta de defender e adora jogar em transição. Dizem que ele está procurando um mercado mais forte que o de Phoenix. Então…Start spreading the news. I´m leaving today, I want to be a part of it New York, New York!! Frank Sinatra adorava Nova Iorque e Amare também vai gostar muito!

Os Knicks adoram jogar com velocidade e defendem pouco. O time tem as mesmas características que o Phoenix Suns e eu acho que Amare se encaixaria perfeitamente no sistema. New York tem dinheiro pra oferecer dois contratos de máxima grana e o time deve empolgar bastante em 2010. Infelizmente para o torcedor, a chegada de Amare significa a saída do free agent David Lee. Será que essa é a escolha certa? Como eu já disse anteriormente, Lee jogou muito no ano passado.

Dirk Nowitzki

É verdade:

Nowitzki é simplesmente uma fera. O alemão é imparável. Com 2´13 de altura e um arremesso maravilhoso não existe muito seres humanos que conseguem marcá-lo. Em 2009-2010, o jogador teve médias de 23 pontos, 9 rebotes e um aproveitamento de 87% da linha do lance livre. Da linha dos 3 pontos, Dirk acertou 42% de seus arremessos, melhor marca da carreira.

Dirk estava escalado pra receber mais de 21 milhões de dólares na próxima temporada. O contrato dava uma opção dele aceitar os 21 milhões, ou se tornar free agent. Nowitzki quer mais grana e agora está livre pra acertar com qualquer outra equipe da NBA.

Minha bola de cristal diz:

Nowitzki não precisa nem arrumar uma frasqueira pra visitar algum outro time. De Dallas ele não sai! Nowitzki quer um contrato máximo de 24 milhões anuais por 4 temporadas, e é isso que ele vai receber dos Mavericks. O jogador tem 32 anos e gosta de Dallas. Ele saiu do último ano de contrato já sabendo que os Mavericks iam formular um novo rapidinho.

Chris Bosh

É verdade:

Agora o negócio começa a ficar bastante interessante. Chris Bosh é uma superestrela e vai fazer um time da NBA muito feliz. Na última temporada as médias dele foram de 24 pontos, 11 rebotes e um aproveitamento de 80% da linha do lance livre. Bosh tem um toque sensacional perto da cesta e é um dos alas/pivôs mais eficientes pontuando.

Bosh tem 26 anos e 7 temporadas de experiência na NBA. Apenas outros 5 jogadores da história da NBA somaram tantos pontos e rebotes que Bosh até os 25 de idade (Bosh fez 26 em Março).

A minha bola de cristal diz:

O que mais impressiona da carreira de Bosh em Toronto, é que ele conseguiu grandes números mesmo sem ter jogado com um grande armador (José Calderon não inspira muita confiança). Isso vai mudar na próxima temporada. No inicio do mês de Junho, o torcedor do Chicago Blackhawks comemorou o título de campeão da NHL. Agora, será a vez do torcedor do Chicago Bulls olhar pro céu e falar, “thank you Lord!”

Luol Deng é um bom jogador, mas o trio de Bosh, Joakim Noah e Derrick Rose é bem melhor. A chegada de Bosh faz do Chicago Bulls um dos grandes favoritos da NBA no próximo ano. Noah e Rose estão virando grandes estrelas, Bosh já é, e agora com a chegada de um novo técnico, os Bulls vão fazer MUITO barulho na Conferência Leste.

Outra opção para o Bosh seria o Miami Heat. Bosh, Dwayne Wade e Lebron James se encontraram pra conversar sobre o futuro deles na liga e não há dúvida que os três discutiram a possibilidade de jogarem juntos. D-wade e Bosh em Miami seria show de bola também.

Dwayne Wade

É verdade

Dwayne Wade é o sonho de qualquer técnico. O cara defende bem e ofensivamente não tem uma fraqueza. Wade pode jogar como armador ou ala-armador. O jogador é muito explosivo e não existe ninguém no nosso planeta que consiga marcá-lo mano a mano. O Miami Wade, quer dizer, o Miami Heat terminou com a quinta melhor campanha da liga no ano passado. Sem o Wade, Miami provavelmente teria disputado a primeira escolha no último draft. Ele é o time. 25,4 pontos, 4,9 assistências e 6,6 rebotes foram as médias desse excepcional talento.

A única coisa que preocupa é sua saúde. Em sua carreira de 7 anos, Wade perdeu uma média de 14 jogos por temporada. Só pra fazer um comparativo, Lebron James ficou fora de apenas 26 jogos na sua carreira inteira (também sete anos)!

A minha bola de cristal diz:

Se Dwayne Wade falasse pro Pat Riley (presidente do Heat) que ele só ficaria se o Riley plantasse bananeira e dançasse a “dança do siri” no intervalo dos jogos do Heat, o Halftime em Miami ia ficar bem mais divertido (Até que isso poderia ser uma boa opção, porque no intervalo dos jogos do Heat, todo mundo vai comprar cerveja e só volta no final do último quarto). Simplesmente falando: Riley não vai deixar o Wade andar. Ele fica em Miami.

Muitos gostariam de ver o Wade em Chicago mas isso não vai acontecer segundo a minha bola de cristal. Wade recentemente questionou a diretoria dos Bulls pelo tratamento com os ex-atletas. Não é nenhum mistério que Michael Jordan, Scottie Pippen, Horace Grant, etc. não se davam bem com o ex-general manager Jerry Kraus quando jogavam. Wade gostaria de ter um bom relacionamento com o seu clube durante e depois que terminar a carreira e ele insinuou que Chicago não é leal aos velhos ídolos, “a maior questão [dos bulls] é a lealdade. Eu sei que Miami é uma franquia muito leal. Eu vejo o que eles fazem quando os atletas se aposentam…como são leais. Eu não sei dos Bulls.”

Miami tem grana pra segurar o Wade e contratar mais um grande jogador. Fazer uma troca envolvendo o Michael Beasely também é uma possibilidade. Beasely foi a segunda escolha do draft em 2008 mas não tem sido o jogador que o Miami esperava que fosse.

Lebron James

É verdade:

Dois anos consecutivos vencendo o prêmio de MVP. Por mais que eu falar de Lebron James, vai ser pouco. Lebron é uma aberração (no melhor sentido possível) da natureza. Sua habilidade atlética e talento vêm de outro planeta. No ano passado, Lebron teve médias extraordinárias de 29,7 pontos, 8,6 assistências, e 7,3 rebotes

A única coisa que falta no currículo é um título. Cleveland terminou com a melhor campanha da NBA pelo segundo ano consecutivo. Mas, a equipe tem amarelado nos playoffs. Em 2009, o time perdeu em 6 jogos para o Orlando Magic. Esse ano, o time perdeu para o Boston Celtics em 6 partidas. Cleveland tem feito de tudo nos últimos anos pra cercar Lebron com bons jogadores. Os Cavs trouxeram Mo Williams, Shaquille O´neal, Antawn Jamison, mas nada tem funcionado. O sucesso na temporada regular não tem traduzido em sucesso nos playoffs. Por isso, Danny Ferry (general manager) pediu demissão e o técnico, Mike Brown, foi mandado embora.

Lebron e Bosh em Chicago?

Lebron e Wade em Miami?

Minha bola de cristal diz:

Se eu fosse o Lebron James eu iria para o Chicago Bulls. A chance de jogar com Derrick Rose e Joakim Noah numa cidade maravilhosa seria muito pra recusar. Além do mais, eu acho que essa seria a melhor situação para Lebron. Quem sabe com a chegada de Lebron, Chicago poderia até contratar mais um free agent pra construir um time dos sonhos. Clippers, Nets, Bulls, Wizards, Knicks, Mavericks, todos querem o Lebron e todos têm a estrutura financeira para viabilizar a contratação.

Mesmo assim eu acho que ele fica em Cleveland. Lebron cresceu em Akron (uma cidade que fica pertinho) e tem suas raízes lá. Cleveland nunca venceu um título e eu acho que Lebron gostaria de proporcionar isso à cidade.

Rumores são fortes que Lebron poderia ir para Chicago com o Bosh ou para Miami com o Wade. Qualquer um desses dois cenários colocaria o James numa posição privilegiada para conquistar o título.

Entretanto, eu acho que a lealdade à cidade de Cleveland e a vontade de vencer com os Cavs vão prevalecer.

Lebron fica!!

E vocês? O que acham??

advertise for free East Kilbride

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 24 de maio de 2010 NBA - Basquete, NFL - Futebol Americano | 20:16

Precisava disso?

Compartilhe: Twitter

Mike Brown é Mandado Embora

Bye-bye Mike Brown…e por quê? A demissão de Mike Brown do Cleveland Cavaliers não faz sentido. Depois de cinco anos no cargo e nenhum título, o treinador foi mandado embora. Eu acho que Mo Williams falou bem quando disse, “Minha pergunta é: Tem alguém melhor disponível? Ele não é um técnico ruim…depois dessa só pegar um técnico que esteja no Hall da Fama.”
Sob a liderança de Brown, os Cavs terminaram com a melhor campanha da liga nas últimas duas temporadas. Brown foi eleito o melhor técnico da NBA no ano passado. Infelizmente para o torcedor do Cleveland, a equipe perdeu nos playoffs nas duas ocasiões. Eu acho que a diretoria do Cleveland passa por um momento tenso (com a possível saída de Lebron James) e está tomando decisões precipitadas. Não acho que a decisão foi feita por causa de dinheiro (Mike Brown teria um salário de 4,5 milhões de dólares caso permanecesse no cargo). Eu acho que alguém precisava levar a culpa dos fracassos recentes do clube, e o Brown levou a pior.
E agora? Quem será o novo treinador dos Cavs? Há rumores que poderia ser o Phil Jackson, que está em último ano de contrato com os Lakers. Isso só aconteceria se Lebron ficasse. Caso contrário o trabalho não seria interessante para o técnico do Los Angeles.

Steve “Rocky Balboa” Nash

Precisava de tanta violência com o coitado do Steve Nash que já virou um saco de pancadas nesses playoffs? Na série contra o San Antonio Spurs, o armador do Phoenix Suns parecia o Rocky Balboa depois da luta contra o Russo Ivan Drago no filme Rocky IV. Nash levou uma cotovelada de Tim Duncan no olho durante o Jogo 4 da série contra os Spurs. Seu olho direito ficou completamente inchado mas Nash terminou o jogo e conduziu sua equipe a uma varrida na série.
As dores do Nash não pararam por aí. Neste último Domingo, no Jogo 3 contra os Lakers, o nariz de Nash recebeu um belo de um “oi” do armador Derek Fisher. A fratura aconteceu no quarto período da vitória dos Suns por 118 a 109. Nessa segunda-feira, Nash passou por uma cirurgia pra colocar o nariz no lugar.
Nash disse que já fraturou o nariz umas cinco vezes e que estará preparado para o Jogo 4. E não…ele não pretende usar nenhuma máscara ou outra proteção facial. Esse Nash pode ser baixinho e magrinho, mas ele é uma pimentinha corajosa!

Nash colocando o nariz no lugar.                               Nash e seu olho roxo.

Dwayne Bowe Vacila

Eu não lembro aonde ouvi isso mas eu acho que serve como ótimo conselho: Nunca perca a oportunidade de ficar quieto! Em entrevista concedida a “ESPN The Magazine”, revista da ESPN nos Estados Unidos, Dwayne Bowe contou um história que nada agradou a diretoria do Kansas City Chiefs.
Ele disse que em seu primeiro ano na liga, em 2007, jogadores dos Chiefs costumavam “importar ” mulheres para o hotel do clube quando Kansas City jogava fora de casa.
Segundo Bowe, jogadores do Clube faziam pesquisas em sites de relacionamentos, escolhiam as mulheres e pagavam passagens aéreas pra receber as bonitinhas. E não era só uma ou duas que vinham. Bowe disse que as mulheres ocupavam um andar inteiro do hotel. Bela concentração heim!? Seria essa uma das razões que os Chiefs venceram apenas 2 jogos fora de casa em 2007?
Repórteres questionaram jogadores e o treinador Todd Haley depois que a nóticia saiu, mas ninguém comentou a respeito. Haley apenas falou que já teve uma conversa longa com Bowe e que esse é um “caso interno”.
O Wide Receiver está indo para o seu quarto ano na liga depois de ser draftado na primeira rodada do draft em 2007. No ano passado, ele recebeu uma suspensão de 4 jogos da NFL pela utilização de substâncias ilegais. Além disso, Bowe também entrou na lista negra de seu treinador por deixar várias bolas caírem no chão e mostrar pouca dedicação durante os jogos.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010 NBA - Basquete | 09:08

Consegue fazer igual?

Compartilhe: Twitter

Um bom vídeo de LeBron está aqui. O embed vai abaixo, mas às vezes não funciona. Como um sujeito consegue decorar tudo isso? Acho incrível, levando em conta que eu não decoro nem como se dança quadrilha. Reparem só no Varejão todo atrapalhado tentando fazer uma dessas coreografias.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010 NBA - Basquete | 17:42

Adolescentes

Compartilhe: Twitter

Dia corrido com a volta de Robinho ao Santos. Sem tempo pra escrever demais, vai mais uma imagem. Mais duas, na verdade. Dessa vez, sem mistério. São Shaq e LeBron nos tempos de colegial. Será que os dois levarão o Cavs ao título?

cavs_shaq_lebron

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 NBA - Basquete | 17:00

O verdadeiro tema da vitória

Compartilhe: Twitter

Jogo nos minutos finais. Cleveland Cavaliers x Los Angeles Lakers. Placar apertado. Kobe e Lebron duelando pela vitória. Jogo parado, tempo pedido. Música rolando na Quicken Loans Arena. Pra aliviar a tensão, LeBron começa a cantar. Funcionou. O cara marcou 37 pontos e acabou com o jogo. Pensei que não fossem publicar o vídeo, mas publicaram. YouTube, claro. É sensacional. Dá pra ver na cara dele a vontade de vencer. A música ajudou.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 NBA - Basquete | 12:12

Kobe x LeBron

Compartilhe: Twitter

Hoje à noite, às 23h (de Brasília), acontece o segundo duelo desta temporada da NBA entre Los Angeles Lakers e Cleveland Cavaliers. Claro, o que mais importa é a disputa individual entre Kobe Bryant e LeBron James. O Cavs venceu o primeiro jogo, no dia de Natal, em Los Angeles. Agora, o confronto acontece em Cleveland.

Sempre pendi pro lado de LeBron, mas ultimamente estou dividido. King James tem mais potencial, até porque o físico privilegiado ajuda demais. É um jogador completo, faz de tudo em quadra e se relaciona bem com os companheiros de time. Mas Kobe, até este momento, tem um diferencial: faz o resto do time render mais. Ele é perfeccionista, aparece mais nos momentos decisivos e tem mais experiência. Kobe é o presente, LeBron é o futuro.

Vamos aos números da disputa entre os dois gigantes das quadras. Assim como no post anterior, o quadro comparativo é da Sporting News. Quem quiser ver o jogo precisa pagar pelo pacote de internet: US$ 89,95 (R$ 161) pelo pacote completo, US$ 12,95 (R$23) pelo mensal. Ainda há os pacotes HD, mas são bem carinhos.

nba

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 NBA - Basquete | 23:05

King James

Compartilhe: Twitter

Impressionante! Uma pena que não entrou.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010 NBA - Basquete | 09:26

Irmãos gêmeos

Compartilhe: Twitter

O Cavs perdeu do Jazz nesta madrugada. O jogo acabou praticamente de manhã, para nós, brasileiros. Mas, se dependesse da NBA, o Cavs não perderia nunca mais. Repare no box score: a liga colocou dois LeBron James no time de Cleveland! Já pensou? Fábio Sormani deve falar mais sobre a partida em seu blog. Vale conferir.

cavs

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 30 de outubro de 2009 MLB - Beisebol, NBA - Basquete | 10:43

Tudo igual na “América”

Compartilhe: Twitter

Agora que as coisas acalmaram por aqui é possível falar um pouco sobre o que anda rolando na “América”. Sobretudo as World Series, que começaram muito bem… para o Phillies. Aqueles 6 a 1 do primeiro jogo foram assustadores. O que fez Cliff Lee e o que não fez o ataque do Yankees deixou a sensação de que a série terminaria mais rápido que o previsto. Mas o time de NY deu o troco no jogo 2, recuperou a confiança e a série voltou a ter emoção.

Agora, a vantagem no mando de campo é do Phillies. Se vencer os três jogos seguidos em casa, a equipe da Philadelphia será campeã. De quebra, os vermelinhos deram uma bela canseira em Mariano Rivera, que foi forçado a trabalhar em dois innings e fazer 39 arremessos na quinta-feira à noite. O jogo 3 da série acontece no sábado, às 21h57 (de Brasília).

Para o Yankees, há esperanças também. Uma delas é que o ataque vai acordar, cedo ou tarde. A-Rod ainda não consegui chegar à primeira base na world Series, algo bastante incomum. Ainda mais incomum para um cara que dominou as séries anteriores. Andy Pettitte também é uma esperança, já que tem experiência em playoffs, açgo que falta a CC Sabathia e AJ Burnett.

Yankees festeja a vitória no jogo 2 das World Series, após levar uma surra no jogo 1

NY Yankees festeja a vitória no jogo 2 das World Series, após levar uma surra do Philadelphia Phillies no jogo 1

Além das World Series, também começou a NBA. E começou muito bem. Menos para o Cavs. Ao que parece, os adversários aprenderam a controlar o time de Cleveland. Já que não é possível parar LeBron, eles se focam nos coleguinhas do craque. Lakers e Celtics, ao contrário, começaram com tudo e são, desde já, os favoritos ao título. Mas o time de Boston terá que trabalhar duro para superar o Magic, que parece ter evoluído com Vince Carter na vaga de Turkoglu. Mais sobre NBA no blog do Fábio Sormani.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 3 de julho de 2009 NBA - Basquete | 08:43

Mudança de planos

Compartilhe: Twitter

Lá se vai o sonho do Cavs. O Lakers fechou ontem à noite com Ron Artest. Problema triplo para LeBron, Shaq e companhia: 1) perderam Artest, o cara ideal pra arredondar o time; 2) correm o risco de perder Trevor Ariza, que agora é a prioridade do Rockets; 3) assistem de camarote ao Lakers se tornar o time mais forte da NBA, quase imparável numa eventual final.

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última