Publicidade

Posts com a Tag Atlanta Braves

quinta-feira, 31 de março de 2011 MLB - Beisebol | 02:50

TIMES QUE PODEM SURPREENDER ESSE ANO NA MLB

Compartilhe: Twitter

Hello, beisebol!  A espera acabou.  Dentro de algumas horas começa a temporada da Major League Baseball.  Não sei se você acompanha a revista ESPN, mas fiz minhas previsões lá.  Na Liga Americana, eu acho que os Red Sox, Yankees (wild card), Rangers e Tigers irão para os playoffs.  Na Liga Nacional, eu fiquei com os Phillies, Rockies, Giants (wild card) e Reds.  Além desses times eu acho que existe a possibilidade da classificação de outros clubes.  Vamos dar uma olhada nos times que eu acho que podem surpreender e chegar aos playoffs nessa temporada.

4. Oakland A’s

Gio Gonzalez

A verdade é que eu adoro as chances dos A’s na divisão oeste.  Eu acho que o clube vai disputar uma vaga nos playoffs até o final da temporada.  Não seria nenhuma surpresa se a equipe chegasse a pós-temporada.  O motivo é simples.  O time tem um grupo sensacional de arremessadores.  O bullpen e a rotação titular são fortíssimos.  Eu sei que o calouro do ano de 2009, Andrew Bailey (fechador do time) vai desfalcar o grupo por algumas semanas.  Mesmo assim acredito no Oakland.  A rotação titular tem a chance de ser a melhor da Liga Americana.  Os quatro principais jogadores desse grupo jogaram muito no ano passado:

1. Trevor Cahill:  venceu 18 jogos no ano passado com um era de 2,97!

2. Dallas Braden: arremessou um jogo perfeito em 2010!

3. Brett Anderson: terminou com um era de 2,80 em 19 partidas.

4. Gio Gonzalez: venceu 15 jogos com um era de 3,23.

O time fez ótimas contratações nessa intertemporada.  No bullpen as aquisições de Grant Balfour e Brian Fuentes (vai começar o ano como fechador) ajudam muito.  Os A’s terminaram o ano com o melhor ERA da Liga Americana em 2010.  O céu é o limite em 2011.

No ataque, Oakland precisava de muita ajuda.  É por isso que o General Manager Billy Beane foi atrás de 3 bons veteranos.  Hideki Matsui (MVP da World Series de 2009), Josh Willingham (16 home runs no ano passado com os Nationals) e David Dejesus (31,8% no bastão no ano passado) devem melhorar um ataque que foi o quarto pior da Liga Americana em 2010.  Olho nos A’s!

3.  Los Angeles Angels of Anaheim

Dan Haren

O nome do time é um dos mais ridículos do esporte, mas o time não é nada bizarro.  Ninguém ta falando nos Angels, e eu acho importante respeitar um time que chegou aos playoffs em 5 das últimas 7 temporadas.  Tudo vai depender da volta de Kendry Morales.  Ele perdeu a maioria da temporada passada depois de se machucar comemorando uma vitória (e por falar em bizarro…).  A notícia boa é que os Angels foram atrás de Vernon Wells (31 home runs no ano passado) e ainda têm Bobby Abreu e Torii Hunter.  O ataque vai ser bom.

Jered Weaver foi líder da MLB em strikeouts, Dan Haren tem sido um dos mais consistentes da MLB nos últimos 5 anos, Ervin Santana ganhou 17 jogos em 2010 e Joel Pinheiro 15 em 2009.  Esses são os 4 melhores jogadores da rotação titular.  Nada mal!  Além deles o bullpen será muito bem servido com a aquisição de Scott Downs e Fernando Rodney fechando.

Vamos respeitar os Angels!

2. Milwaukee Brewers

Yovani Gallardo

Eu não vou nem falar de ataque, pois esse não é o problema dos Brewers.  O quarto melhor ataque da NL em 2010 tem Prince Fielder, Ryan Braun, Rickie Weeks, Corey Hart, etc.  Anotar corridas nunca foi um problema lá na terra dos cervejeiros.  O que realmente pega são a defesa e os arremessadores.  Milwaukee tem um dos piores infields da MLB, mas agora pode ter uma das melhores rotações da liga.  Amei as contratações de Zach Greinke e Shaun Marcum.  Marcum voltou de contusão no ano passado e venceu 13 jogos com os Blue Jays.  Depois de uma sensacional temporada em 2009 (16 vitorias e ERA de 2,16), Greinke venceu 10 jogos no ano passado.  Um detalhe, ele jogava nos Royals.  Difícil vencer em Kansas City.  Esses dois se juntam a Yovani Gallardo (14 vitórias, 7 derrotas no ano passado.  A rotação titular dos Brewers foi a segunda pior da Liga Nacional em 2010.  Se ela ficar entre as 5 melhores da liga esse ano, os Brewers vão pros playoffs.  Escuta o que estou falando, my dears!

1. Atlanta Braves

Dan Uggla

Eu me contorci todo antes de fazer minhas previsões para essa temporada.  Quando eu deixei os Braves fora dos playoffs, algo dentro de mim perguntou se eu estava ficando louco.  Infelizmente, os Braves jogam na mesma divisão dos Phillies e é por isso que eu os deixei fora da pós-temporada.  Mesmo assim, acho que esse time pode vencer o titulo da World Series esse.  Os Braves têm tudo.

Estou curiosíssimo pra ver como Chipper Jones volta depois de sofrer uma contusão grave no joelho e como Jayson Heward se porta depois de ter uma temporada de calouro sensacional (18 home runs).  O otimismo circula os fãs de Jones depois do excepcional Spring Training que o terceira base produziu.  Vamos ver se ele consegue se manter saudável!  Alem desses dois, o quinto melhor ataque da Liga Nacional no ano passado conta com uma nova aquisição, Dan Uggla.  O líder da historia do Florida Marlins em home runs, bateu 33 no ano passado em Miami.  Com ele, o ataque melhora.

Nos arremessos, se prepara para uma bela surpresa.  O nome dele é Brandon Beachey.  O menino de 24 anos teve um Spring Training fabuloso (ERA de 0,96).  A rotação do Atlanta já é fantástica com Derek Lowe (16 vitórias no ano passado), Tim Hudson (ERA de 2,83) e Tommie Hanson (ERA de 3,33).  Se o novato chegar firme, será difícil ganhar do Atlanta.  Eu sei que o Bullpen perdeu Billy Wagner que se aposentou.  Mesmo assim, o trio de Jonny Venters, Peter Moylan e Eric O’Flaherty pode vir a ser o melhor entre todos os bullpens da liga.  Eles têm potencial pra isso!

Os Braves assustam!

O que acham?  Quem vai ganhar esse ano?  Algum desses quatro times tem chance de ganhar o título na sua opinião?

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 6 de outubro de 2010 MLB - Beisebol | 12:51

A PÓS-TEMPORADA DA MLB CHEGOU! O POLVO PAULO ANALISA E PREVÊ A PRIMEIRA RODADA

Compartilhe: Twitter

LIGA AMERICANA

TAMPA BAY RAYS X TEXAS RANGERS

Essa série promete ser fantástica.  Nenhuma das equipes chegou a reta final jogando muito bem, mas venceram suas respectivas divisões.  Os Rays venceram a Leste pela segunda vez nos últimos 3 anos, e os Rangers venceram a Oeste pela primeira vez desde 1999.  O melhor jogador do Tampa, Evan Longoria, perdeu alguns jogos no final da temporada mas parece estar pronto pra fazer um estrago nos playoffs.  A situação é mais incerta para a grande estrela dos Rangers, Josh Hamilton.  Ele perdeu basicamente o mês de setembro inteiro com fraturas em duas costelas.  Hamilton teve o melhor aproveitamento da MLB e é candidato a vencer o prêmio de MVP.  Se ele não estiver 100%, isso pode complicar a vida dos Rangers.

Ambas equipes têm um excelente bullpen com closers ótimos (Neftali Feliz dos Rangers e Rafael Soriano no Tampa).  As duas rotações são fortíssimas e o confronto do jogo 1 entre David Price e Cliff Lee vai ser de tirar o fôlego.  Price é candidato a vencer o Cy Young depois de vencer 19 jogos esse ano.  Lee perdeu 3 jogos pro Tampa em 2010, mas eletrizou nos playoffs de 2009.  O arremessador ganhou 5 e não sofreu nenhuma derrota ajudando os Phillies a chegarem a World Series.

Expectativa de uma boa série!

Previsão: Rays em 4.

NEW YORK YANKEES X MINNESOTA TWINS

Nenhuma dessas equipes chega aos playoffs com a “bola cheia”.  Os Twins ficarão sem Justin Mourneau pelo restante do ano e tiveram alguns problemas de saúde com Joe Mauer que ficou 10 dias parado.  Mesmo assim, os Twins venceram a divisão pela sexta vez nos últimos 9 jogos e têm o mando de campo na primeira rodada contra o atual campeão, que entrou como Wild Card.  Minnesota tem sofrido muito nos playoffs perdendo 16 dos últimos 19 jogos.  Contra Nova Iorque, o negócio fica pior ainda. As equipes se enfrentaram na primeira rodada em 2003, 2004 e 2009.  NY somou 9 vitórias e apenas duas derrotas ao vencer as três séries.

Esse ano pode ser diferente.  A rotação titular dos Yankees não vem jogando bem há algum tempo e esse pode ser o fator decisivo da série.  Andy Pettitte perdeu dois meses por causa de contusão e desde sua volta, não tem arremessado bem.  Ele começará o jogo 2.  Phil Hughes venceu 10 dos primeiros 11 jogos dele no ano, mas diminuiu bastante a marcha depois do All-Star Break.  AJ Burnett está fora da rotação titular depois de um ano fraquíssimo.

A rotação dos Twins tem jogado muito bem.  A grande preocupação, entretanto, é o trabalho recente de Francisco Liriano.  Ele vai começar o jogo 1 contra o Sabathia.  Nos últimos 3 jogos, ele não venceu e cedeu 5 home runs.  Carl Pavano, que venceu apenas 9 vezes em 4 anos com os Yankees, começa a partida #2.  Pavano teve um grande ano com 17 vitórias em 2010.

Estou esperando uma grande série e acho que teremos 5 jogos.  Infelizmente pros Yankees, CC Sabathia provavelmente arremessaria um possível  jogo 4. A quinta partida seria em Minnesota onde os Twins venceram 53 e perderam apenas 28.  Sem o CC no quinto jogo, eu acho que ficaria bem mais difícil pros Yanks.

Previsão: Twins em 5

LIGA NACIONAL

CINCINNATI REDS X PHILADELPHIA PHILLIES

Um confronto interessante no papel.  Os Reds estão na pós-temporada pela primeira vez desde 1995.  Após sofrer por 9 temporadas consecutivas com mais derrotas do que vitórias, o torcedor do Cincinnati finalmente tem um gostinho do sucesso.  Os Reds terminaram com o melhor ataque da Liga Nacional e têm uma excepcional defesa.

Os Phillies têm a melhor campanha da MLB e pegaram fogo no mês de setembro.  Além de ter um grande ataque com Utley, Howard, Werth, Rollins, etc. a equipe tem a melhor rotação titular dos playoffs.  Roy Halladay venceu 21 jogos, Roy Oswalt tem 4 vitórias e nenhuma derrota em sua carreira nos playoffs e Chase Utley foi eleito o MVP da final da liga Nacional e World Series em 2008.  Boa sorte Reds!

Cincinnati não tem a rotação titular e nem o bullpen pra competir com o poderoso Philadelphia.  O torcedor dos Reds vai comemorar uma vitória no jogo 3.  Depois disso, o gostinho do sucesso vai amargar.

Previsão: Phillies em 4

Atlanta Braves x São Francisco Giants

Derek Lowe, Tommy Hanson e Tim Hudson contra Tim Lincecum, Matt Cain e Jonathan Sanchez.  Esses são os arremessadores titulares dessa série.  Será que alguém vai anotar alguma corrida!?

Fazia tempo que as duas equipes não participavam dos playoffs.  Atlanta desde 2005 e os Giants desde 2003.  As equipes se enfrentaram 7 vezes nessa temporada com os Braves levando a melhor 4 vezes.  O interessante é que os dois ataques não fizeram nada.  Atlanta teve um aproveitamento de 23,3% e os Giants 19,7% no bastão.  Atlanta vai jogar sem Chipper Jones e Martin Prado, que teve a melhor temporada da carreira no bastão.  Isso pode afetar os Braves.

Vai ser difícil pra qualquer um dos times anotar corridas, especialmente pro Atlanta.  Em setembro, os Giants tiveram uma sequencia de 18 jogos consecutivos sem ceder mais que 3 corridas numa partida.  Isso não acontecia na MLB desde 1917!  O bullpen dos Giants é o segundo melhor da MLB e Brian Wilson foi o melhor fechador da liga esse ano.  Além disso, o “ace” dos Braves, Tim Hudson, foi utilizado na última série da temporada regular e só vai arremessar o jogo 3.  Isso vai pesar!

Previsão: Giants em 5

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 8 de abril de 2010 MLB - Beisebol | 14:16

Aquecendo os motores

Compartilhe: Twitter

Que rodada! A MLB já começou a embalar. Consegui acompanhar três jogos, todos emocionantes. No total, quatro duelos tiveram innings extras, vários jogadores confirmaram a boa fase e o grande clássico entre Yankees e Red Sox teve uma cena impagável. Vamos por partes, jogo por jogo. O melhor fica pro final.

Em Atlanta, sem innings extras, o Braves fez 3 a 2 no Chicago Cubs graças a um HR de duas corridas de Chipper Jones (foto Getty Images) no oitavo inning. O começo de temporada dele não tem sido dos melhores, com apenas 25% de aproveitamento no bastão, mas a paulada de ontem dá esperanças ao Braves.

Por falar em esperança, Jason Heyward, que conseguiu um homer na estreia, somou mais uma RBI ontem e já tem cinco corridas impulsionadas. O novato é uma realidade, vale ficar de olho no desempenho dele.

Na vitória do Pirates sobre o Dodgers por 4 a 3, mais uma bela paulada de Garret Jones, terceiro HR dele da temporada. O cara caiu nas graças da imprensa e ganhou o apelido de Garret “G.I.” Jones, referência aos personagens Comandos em Ação. Lembram?

Dessa vez, porém, o protagonista do Pirates foi o rapidinho Andrew McCutchen, que rebateu três em cinco tentativas. Numa delas, chegou à primeira base mais pela velocidade do que pela potência. Mas quem decidiu o jogo foi Ronny Cedeno, outro pirata que começo o ano quente e conseguiu a rebatida decisiva no décimo inning.

Não vi o clássico Red Sox x Yankees, mas hoje peguei os melhores momentos no site da MLB. Andy Pettitte ficou em campo durante seis innings e só cedeu uma corrida, em rebatida de David Ortiz. Uma bela atuação do experiente pitcher. O recém-chegado Curtis Granderson decidiu o jogo no décimo inning, enquanto Mo Rivera garantiu a vitória na sequência. O jogo acabou 3 a 1 pro time de NY.

Mas o melhor do jogo foi uma cena curiosa entre Kevin Youkilis e Derek Jeter. Primeiro, Pettitte acertou uma senhora bolada na cabeça de Youkilis, sem maiores danos. Lá se foi ele pra primeira base, com cara de poucos amigos. Mais tarde, com os papéis invertidos, John Lackey deu o troco e acertou o cotovelo de Jeter. Lá se foi ele pra primeira base, com Youkilis rindo sem o menor constrangimento. Jeter aceitou a piada e também riu. Nunca tinha visto isso antes. A imagem está abaixo (foto Getty Images).

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 26 de março de 2010 MLB - Beisebol | 15:25

Atlanta Braves

Compartilhe: Twitter

Bobby Cox tem 68 anos e está no comando do Atlanta Braves desde 1990. Considerando a passagem anterior por lá, de 1978 a 1981, são quase 25 anos num mesmo time. De 1991 a 2005, conquistou 14 títulos seguidos de divisão, levando em conta a polêmica temporada de 1994, interrompida pela greve de atletas. Não pegaria nada bem fechar essa longa jornada com uma demissão. Pois o treinador se antecipou e anunciou que 2010 será o último ano no cargo. A equipe, aliviada, resolveu levar o time aos playoffs como homenagem ao velho comandante.

O Braves jamais se preparou para a mudança, e não existe um herdeiro sentadinho à esperar de o cargo vagar. Na verdade, a equipe prefere se focar no presente. E, para formar um time forte o bastante, teve que abrir um pouco a folha salarial. Assim, Javier Vazquez deixou o time para a chegada do versátil Melky Cabrera (foto Getty Images), numa troca que alegrou mais a torcida do Yankees do que a do Braves. Pelo menos até a temporada começar…

A rotação de arremessadores, mesmo sem Vazquez, não deixa a dever nada para os demais favoritos da MLB. Derek Lowe continua no time, e os jovens Tommy Hanson e Jair Jurrjens estão mais experientes do que em 2009. No bullpen, a grande novidade é o closer Billy Wagner, recuperado de uma temporada marcada por contusões.

No ataque, a grande esperança é a redenção de Chipper Jones, que teve uma brusca queda de rendimento m 2009. Outro veterano, Troy Glaus, chega ao time para reerguer a carreira depois de jogar apenas 14 partidas pelo Cardinals em 2009. E assim, com um técnico veteraníssimo, uma rotação forte e um ataque imprevisível, o Braves inicia 2010 com boas chances de lutar pelos playoffs numa divisão bastante equilibrada, onde os mínimos detalhes farão a diferença.

Opinião de um adversário
“Tommy Hanson é um cara de quem eu realmente gosto. É jovem, tem qualidade e é muito confiante. É o tipo de garoto que você gostaria de manter na rotação por muitos anos”

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 19 de março de 2010 MLB - Beisebol | 15:16

Pittsburgh Pirates

Compartilhe: Twitter

O Pirates já acumula 17 temporadas seguidas de insucesso, a maior série negativa de qualquer equipe das quatro grandes ligas esportivas dos EUA. A última boa campanha foi em 1992, quando perdeu na final da Liga Nacional para o Atlanta Braves.

Nesse longo período de vacas magras, o time teve quatro treinadores e esteve nas mãos de três diferentes grupos de empresários. Fez inúmeras tentativas de recomeçar, mas nenhuma deu certo. Na mais recente, em 2009, resolveu se desfazer de alguns jogadores e aliviar a folha salarial. No total, oito atletas saíram para a chegada de 15 menos experientes.

Freddy Sanchez, astro do time, além de Adam LaRoche e Nyjer Morgan, foram negociados antes do final da última temporada. Seria o começo de um novo tempo, mas o final de 2009 foi ainda pior que o começo. Nos últimos três meses da temporada, por exemplo, a equipe venceu apenas 25 jogos. Pouco, muito pouco. Isso sem contar a recente perda do closer Matt Capps para o Nationals.

A previsão para 2010 ainda é ruim, mas a equipe ao menos tem um futuro astro no elenco: o OF Andrew McCutchen (foto Getty Images), de 23 anos.

Se não pode investir pesado em free-agents por falta de dinheiro, o Pirates aposta alto na molecada, o que pode render frutos. Para se ter uma ideia, gastou US$ 18 milhões com bônus para atletas do draft nos últimos dois anos. É o maior gasto desse tipo na MLB. Sinal de que o futuro pode sorrir para o time. Até porque fica difícil imaginar um cenário pior que o atual.

Opinião de um adversário
“É difícil uma melhora significativa porque eles têm pouca potência, nenhuma profundidade na rotação de arremessadores e poucas opções no bullpen”

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 MLB - Beisebol | 16:48

5 times, 5 pitchers

Compartilhe: Twitter

Os cinco pitchers que mudaram de time e causarão mais impacto na temporada da MLB. Para ver a lista com 20 nomes, leia o Sporting News Today de hoje. É de graça.

1. Roy Halladay, Phillies
Um dos melhores starters da MLB foi parar no lugar ideal: o melhor time da Liga Nacional.

2. Cliff Lee, Mariners
Abalado após ter sido trocado pelo Phillies, foi para o time que cresce mais rapidamente na MLB.

3. John Lackey, Red Sox
Nove semanas após seu Angels derrotar o Red Sox, juntou-se aos derrotados e deixou Boston com a melhor rotação da Liga Americana.

4. Billy Wagner, Braves
Com 26 strikeouts em 15 2/3 innings após uma cirurgia no ombro, convenceu Atlanta de que ainda tem muito a dar.

5. Javier Vazquez, Yankees
Saiu da quarta posição na disputa pelo Cy Young da Liga Nacional e entrou na quarta posição da rotação do atual campeão.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de abril de 2009 MLB - Beisebol | 13:35

Noite histórica na MLB

Compartilhe: Twitter

O grande evento da noite de ontem na MLB foi o primeiro jogo oficial no Citi Field, novo estádio do New York Mets. Só que o time da casa decepcionou e perdeu para o San Diego Padres por 6 a 5. Pra se ter idéia da decepção dos locais, Jody Gerut, o primeiro do jogo a rebater, acertou um home run e “batizou” o estádio logo de cara. É a primeira vez na história da MLB que rola um leadoff homer na inauguração oficial de um estádio. O Mets tem 3 vitórias e 4 derrotas na Conferência Leste da Liga Nacional. Atlanta Braves e Florida Marlins lideram com 5-1. Abaixo, imagens do Citi Field, com direito a um gatinho que invadiu o campo.

New York Mets

Nrew York Mets

New York Mets

Do “outro lado” da MLB, vem se confirmando a previsão de que a Conferência Leste da Liga Americana será a mais disputada da MLB. Toronto Blue Jays (6-2) e Baltimore Orioles (5-2), duas boas surpresas, brigam atualmente pela primeira posição. Tampa Bay Rays (4-3), New York Yankees (3-4) e Boston Red Sox (2-5), os favoritos, estão lá embaixo, mas aos poucos vão reagir.

Na noite de ontem, o New York Yankees levou uma senhora surra do Tampa Bay Rays, 15 a 5, fora de casa. Mais uma vez, o time de NY mostrou que o bullpen está capenga e pode não segurar a bronca se a temporada apertar. Prova disso é que o primeira base Nick Swisher teve que jogar como pitcher no oitavo inning, algo que não acontecia no time desde 1997. O cara fez bem o serviço, já que passou ilesoe ainda bateu um home run. Mas Chien-Ming Wang teve outra atuação ruim e somou a segunda derrota seguida.

O Boston Red Sox também fez feio ontem, ao perder para o Oakland A’s por 8 a 2. Destaque para Nomar Garciaparra, “chutado” pelo Red Sox em 2004. Ele enfrentou seu ex-time pela primeira vez e acertou um home run no quinto inning, ampliando a vantagem do time da casa para 6 a 1. O ex-ídolo dos Red Sox contou como foi ver o catcher Jason Vartek agachado atrás do home plate. “Foi a coisa mais esquisita. A última vez que o vi ali foi num ‘rachão’ há muito tempo atrás”.

Pra fechar o dia, o velhote Randy Johnson cedeu 7 corridas, e o San Francisco Giants perdeu para o Los Angeles Dodgers por 11 a 1. É a segunda derrota do veterano, que dá sinais mais do que claros que deveria pendurar a luva.

Justiça
Continua preso Andrew Gallo, acusado de matar Nick Adenhart, jogador do Los Angeles Angels, e outras duas pessoas num acidente de carro. De acordo com a imprensa dos EUA, ele pode pegar de 55 anos até prisão perpétua. Na segunda-feira, o juiz que cuida do caso aumentou a fiança para 2 milhões de dólares, valor que provavelmente ele não terá condições de pagar.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 8 de abril de 2009 MLB - Beisebol | 19:48

O campeão acordou

Compartilhe: Twitter

Anel do PhilliesQue jogo! Parece que o Philadelphia Phillies esperou a entrega dos anéis de campeão da temporada passada (foto AP, à direita) para começar a jogar. Foi na tarde desta quarta-feira, numa virada espetacular sobre o Atlanta Braves por 12 a 11. Os campeões perdiam por 10 a 3 até o início do sétimo inning, quando aconteceu a improvável reação.

Antes do jogo, os jogadores do Philadelphia Phillies receberam os anéis. No começo do jogo, a rotina dos dois duelos anteriores se manteve, e o Atlanta Braves saiu na frente. Tudo mudou no sétimo inning. Empurrado pela torcida, o Phillies conseguiu oito corridas: quatro graças a walks concedidos com as bases lotadas, três com rebatidas simples de Shane Victorino, Pedro Feliz e Raul Ibanez.

O Braves tentou quatro pitchers diferentes para frear a correria do Phillies. Eric O’Flaherty, Peter Moylan e Blaine Boyer falharam e permitiram que o adversário encostasse no marcador; Jorge Campillo sofreu a corrida da virada, mas conseguiu as duas eliminações que faltavam.

Nos últimos dois innings, o Phillies ampliou a vantagem, e o Atlanta Braves esboçou uma reação com um home run de Matt Diaz. Mas o time da casa assegurou a incrível vitória, sua primeira na temporada. (na foto AP abaixo, Jimmy Rollins e Jayson Werth exibem os anéis)

Jimmy Rollins e Jayson Werth

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 7 de abril de 2009 MLB - Beisebol | 13:36

Opening day

Compartilhe: Twitter

Enfim, começou a temporada da MLB. E começou com boa vitória do Mets, péssimas atuações do campeão Phillies e de CC Sabathia, novo ace do Yankees, e mais um home run de Ken Griffey Jr. Bom começo de uma temporada promissora. Ainda mais pra quem gastou US$ 80 e assinou a MLB.TV.

No domingo, o mediano time do Atlanta Braves controlou bem o sonolento ataque do Philadelphia Phillies, que bateu só 4 de 31 (12,9%) e ainda estragou meus planos de largar bem no Fantasy. É questão de tempo até que os vencedores das últimas World Series se recuperem, mas não acho que terão chance de defender o título.

Johan SantanaNa segunda-feira, excelente atuação de Johan Santana (foto ao lado, AP), bom desempenho do reformulado bullpen e vitória do New York Mets sobre o Cincinnati Reds por 2 a 1. O Mets é minha aposta para chegar às World Series pela Liga Nacional

Já o New York Yankees pagou pela péssima estreia de CC Sabathia e levou 10 a 5 do Baltimore Orioles, um time em reformulação, mas ainda incapaz de surpreender. Para o Yankees, a boa notícia é que o ataque funcionou mesmo sem Alex Rodriguez, que deve voltar em breve, e Mark Teixeira, que sucumbiu diante das vaias intermináveis da torcida local. Também é bom lembrar que Sabathia começou mal a temporada passada, com três derrotas, e depois deu a volta por cima.

Hoje tem Tampa Bay Rays @ Boston Red Sox, jogo adiado ontem devido à chuva. Vamos ver se os dois terão forças para derrubar o Yankees.

Números do primeiro dia de jogos:

– Na derrota do Cleveland Indians para o Texas Rangers por 9 a 1, Cliff Lee cedeu 7 corridas. Logo na estreia, o pitcher cedeu mais corridas do que em qualquer um dos jogos da temporada passada.

– Ken Griffey Jr. (foto abaixo, AP), de volta ao Seattle Mariners, chegou ao 612º home run da carreira. Foi o oitavo dele num opening day (dia de abertura da temporada), igualando o recorde de Frank Robinson, campeão das World Series com o Orioles em 1966 e 1970.

Ken Griffey Jr.
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

sábado, 6 de setembro de 2008 MLB - Beisebol | 11:14

Imagem da semana

Compartilhe: Twitter

Aconteceu na quarta-feira, 3 de setembro, no primeiro inning da partida entre Florida Marlins e Atlanta Braves. O catcher John Baker deve ter esquecido de passar alguma melequinha na mão antes de pegar o taco, que escapou e foi parar no meio da torcida. O barrigudinho de camisa cinza deve ser ninja. E se liga no desespero da torcedora na parte de cima da imagem. Ah, o resultado do jogo: em casa, o Marlins venceu por 5 a 3.

Foto: AP
Torcida foge do taco de John Baker

Autor: Tags: , , ,