Publicidade

quinta-feira, 16 de junho de 2011 Cheerleaders, NFL - Futebol Americano | 18:40

UM AGRADECIMENTO E O RESULTADO DO SUPER CHEERLEADER BOWL!!

Compartilhe: Twitter

Pessoal,

Infelizmente não continuarei com o blog aqui no IG.  Adorei meu tempo aqui e sempre fui muito bem recebido pela empresa e todos vocês.  Decidi que seria melhor me dedicar integralmente as minhas funções na ESPN e quero que saibam que o www.blogdopauloantunes.com não vai parar.  Continuarei blogando.  Obrigado mesmo!

Bom, eu estava esperando o lockout da NFL acabar para divulgar a vencedora da melhor cheerleader da NFL.  Como parece que isso ainda vai demorar pra acontecer, decidi fazer isso no meu último post.

Volte logo NFL!!!!

E a primeira colocada do Super Cheerleader Bowl é:

CASIE DO SAN DIEGO CHARGERS

Casie (Chargers) 95 VOTOS

As outras beldades também deram o que falar.  Aqui estão todas com o número de votos ao lado do nome.

Andrea (Texans) 59 VOTOS

Lilly (Dolphins) 45 VOTOS

Morgan (49ers) 25 VOTOS

Jennifer (Eagles) 22 VOTOS

Jennie (Bengals) 13 VOTOS

Jenny (Bucs) 7 VOTOS

Obrigado pessoal!  Grande abraço!

Autor: Tags:

terça-feira, 31 de maio de 2011 NBA - Basquete | 20:38

POLVO PAULO PREVÊ AS FINAIS DA NBA

Compartilhe: Twitter

A hora chegou, a espera acabou.  Daqui a pouco o Dallas Mavericks e Miami Heat entram em combate no jogo 1 das Finais da NBA.  Dirk Nowitzki ou Dwayne Wade? Jason Kidd ou Lebron James?  Quem se consagrará campeão e deixará sua marca na história do melhor basquete do mundo?  Os Mavericks com toda experiência ou o Miami Heat e toda sua velocidade?  Vai ser interessante e o Polvo Paulo está aqui para prever o campeão da NBA.

Andei conversando com o Polvo Paul e ele me disse estar intrigado com vários aspectos dos dois times.  O Miami Heat é um time que não cansa.  Velocidade e muita disposição.  Lebron James jogou 45 minutos por jogo na última serie contra o Chicago e o fôlego dele é impressionante.  Não é por acaso que o Miami Heat tem sido espetacular nos últimos minutos de jogos nesses playoffs.  Eu sei que o Dallas também teve grandes viradas contra o Thunder e mostrou muita compostura na série contra os Lakers, mas eu sinceramente acho que o pique que Miami tem mostrado nos minutos finais pode complicar a vida do Dallas Mavericks.  E outra, a defesa do Miami é muito superior a dos oponentes que Dallas enfrentou até agora.  Se Miami abrir uma boa vantagem no quarto período Dallas terá problemas pra virar.

Os Mavericks venceram pelo menos 50 jogos pela décima primeira temporada seguida.  Depois de perder para o Heat nas Finais de 2006 (fator vingança em jogo, baby) Dallas ganhou apenas uma série de playoffs antes do sucesso desse ano.  O time já passou por muita coisa e tem muita experiência.  Os holofotes das Finais não assustarão os veteranos dos Mavs.  No outro lado, o Miami Heat é o time mais analisado e examinado dos últimos tempos.  Para Lebron, especialmente, jogar no Heat tem sido como estar preso dentro de uma panela de pressão.  Por ter 3 super estrelas a pressão toda está em cima do Heat.  Isso pode ser um fator pra ficarmos de olho.

3 chaves pra cada time

Mavericks

1. A bola de 3 precisa funcionar

Os Mavericks não vão ganhar de Dwayne Wade ou Lebron James no drible.  Vai ter que ser no perímetro.  Stojakovic, Jason Terry, Nowitzki e Kidd são capazes de meter muitas bolas de 3.  Dallas vai precisar de umas oito por jogo.

2. Dirk precisa dominar

Dirk Daddy precisa mostrar quem é o cara.  Ele foi incrível contra o Thunder e terá de ser de novo.  Ninguém é capaz de marcar o alemão de “2´13”. Se ele se posicionar e receber a bola perto do garrafão ele vai poder o usar seu ‘fadeaway’ na cara de qualquer jogador do Heat.

3. Tyson Chandler precisa ficar longe das faltas

O Heat adora levar a bola pra cesta e o único jogador dentro do garrafão que consegue realmente alterar os chutes de Wade e James é o Tyson Chandler.  Dirk é grande mas não tem a habilidade atlética pra atrapalhar muito. Os Mavs vão precisar de muitos minutos do Chandler e pra isso acontecer ele terá de ficar longe das faltas.

Heat

1.  Correr, correr, correr.

Todo mundo acha que os Mavericks fizeram um bom trabalho contra a velocidade do OKC Thunder na série passada.  Mas o fato é que isso aconteceu em alguns momentos apenas.  O Thunder anotou 112 pontos no jogo 1 (derrota) por exemplo.  Wade e James são imparáveis no jogo de transição.  Jason Kidd, J.Terry, Stevenson e Shawn Marion são bem menos atléticos que essa dupla.

2. Defender bem o perímetro.

Até agora ninguém conseguiu fazer isso.  Wade e James são dois defensores espetaculares.  Wade dominou Ray Allen, o melhor arremessador do mundo, na série contra os Celtics. Na briga contra os Bulls, Kyle Korver, especialista em bolas de 3 não conseguiu engrenar.  Esse trabalho defensivo será de fundamental importância contra Dallas.

3. Jogar solto

Esse time tem dois dos 3 melhores jogadores do nosso planeta.  Miami perde se jogar nervoso, com a obrigação de vencer.  Dwayne Wade, Chris Bosh e Lebron James estão numa sintonia bonita.  No início do ano cada um assistia enquanto o outro estava com a bola.  Agora, eles estão entrosados e se divertindo em quadra.  Se Miami não mudar nada, vai ganhar.

Previsão do Polvo Paulo:

Hello, Polvo Paul dear.

Miami Heat em 6 jogos!

E você, acha que vai dar quem e POR QUÊ?

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 30 de maio de 2011 NFL - Futebol Americano | 17:37

JOGADORES SE MANTENDO “OCUPADOS” DURANTE LOCKOUT DA NFL

Compartilhe: Twitter

É engraçado, outro dia eu estava vendo uma entrevista com o linebacker do Baltimore Ravens, Ray Lewis, e ele disse que achava que a criminalidade ia subir bastante caso não acontecesse a temporada da NFL por causa do lockout. Segundo Ray-Ray, o pessoal ia ficar ‘entediado’ e ‘sem nada o que fazer’. Bom, eu não sei se é por aí, mas uma coisa eu falo. Os jogadores já estão fazendo a sua parte!! Impressionante como os atletas sempre atraem encrencas. Aqui está uma lista de bons moços que já entraram em atrito com a lei durante esse lockout da NFL.

Garrett Wolfe

O nosso querido ex-Chicago Bears decidiu ir curtir uma noitada em Miami no último dia 22 e não quis pagar a conta (1.600 dólares).  Quando a polícia chegou ele resistiu ser preso e fisicamente agrediu um policial (ai, ai).  Wolfe foi acusado de roubo, agredir um policial e resistir à prisão.  Que bom.

Johnny Jolly

O Jolly ‘Green Giant’ foi preso no dia 25 de março depois de ser pego com 600 gramas de codeína no carro.  Tem gente que não aprende!  Jolly já tinha sido suspenso pela NFL por uso de codeína.  Agora ele foi acusado de posse ilegal de substâncias proibidas com a intenção de distribuir.  Boa sorte voltando pra NFL, gigante verde!

Mario Henderson

Nunca é bom dirigir com o som muito alto.  Se você discordar, é só perguntar para o Mario Henderson, ex- jogador do Oakland Raiders. Henderson foi parado por estar guiando com o som alto suficiente pra estourar seu tímpano.  Depois de ser parado, descobriram que ele estava carregando uma arma.  Hello cadeia!

Aqib Talib

Talib se entregou no final de março depois de ter atirado no namorado da irmã.  Ainda bem que ele errou!  Mesmo assim, Talib deve cumprir uma pena na cadeia e em breve tudo indica que será dispensado do Tampa Bay Bucs.  Que pena, Talib é um ótimo jogador.

Mike Vrabel

Mike Vrabel foi pego roubando de um cassino da flórida e foi fichado no dia 4 de abril.  Ele disse que foi tudo um mal-entendido.  Tá bom.

Jason Peters

Jason foi conhecer as cadeias de Shreveport, Louisiana depois de resistir à prisão.  Jason estava com o som acima dos decibéis permitidos pela cidade e foi embora no camburão.

Brian Mccan

Mccan jogou tão bem no final do ano passado.  Pena que quando ele tira o uniforme ele joga bem mal.  É ilegal ficar embriagado em público nos Estados Unidos.  Mccan não sabia e foi levado preso.  O incidente aconteceu no dia 19 de março em Dallas.

Chris Cook

Cook foi preso em Virginia por supostamente apontar um revólver para o seu vizinho.  Cook falou que apenas gritou com o sujeito, que segundo Cook, o provocou.  O atleta dos Vikings falou que em nenhum momento mostrou sua arma.  Pergunta:  Por via das duvidas, não seria legal se desfazer da sua arma, Mr.Cook?

William Moore

William foi parado por dirigir acima do limite da velocidade.  O negócio piorou quando descobriram que ele estava sem carteira.  William foi ordenado a aparecer diante do juiz pra se explicar.  O problema é que ele não compareceu à audiência.  Parabéns.

Kenny Britt

Kenny foi fichado no início de abril depois de fugir e mentir pra polícia.  Ele também foi acusado de obstrução de justiça.  O jogador estava trafegando acima da velocidade permitida quando foi abordado por um policial.  Inspirado por “Velozes e Furiosos” Britt pisou fundo e tentou fugir.  Logo em seguida ele foi pego numa rua lateral com o carro estacionado.  Britt estava fugindo do carro e quando foi pego disse que não era o condutor do veículo (depois ele admitiu que era).  Britt é um dos melhores wide receivers da liga.  Seria bom se ele pudesse ficar longe dos problemas.

Esses atletas têm jeito?  Qual deveria ser a conduta dos times perante essas situações?

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 26 de maio de 2011 MLB - Beisebol | 17:57

GIANTS PERDEM BUSTER POSEY; CIÊNCIA MOSTRA GRAVIDADE DE UMA COLISÃO NO HOME PLATE

Compartilhe: Twitter

O San Francisco Giants está numa fria do tamanho do Lago Michigan em janeiro. O time perdeu uma peça fundamental do elenco ontem quando Buster Posey quebrou a perna numa colisão violenta com Scott Cousins do Florida Marlins. Eleito o melhor calouro da temporada passada na Liga Nacional, o catcher do SF, ajudou os Giants a vencer o primeiro título desde 1954. Agora, ele provavelmente não volta mais em 2011. Os Giants estão em primeiro lugar na Divisão Oeste da Liga Nacional e Posey vinha num bom momento com uma sequência de 13 jogos com pelo menos uma rebatida.

A contusão aconteceu na 12a entrada. Posey bloqueava o home plate e Scott Cousins o atropelou tentando deslocar a bolar. Essa jogada é legal, mas também polêmica. Após a contusão, a MLB foi contactada pelo agente de Posey, Jeff Berry. “No futebol americano uma colisão capacete a capacete gera uma multa de 100.000 dólares, mas no beisebol, há situações em que os corredores são permitidos a atropelar os fielders. É chocante. Vou ligar para a Major League Baseball…é errado,” diz Berry.

Só pra você ter uma ideia do impacto que uma colisão dessas gera, peço que assista ao video abaixo (estou disponibilizando o link). O mais chocante é que no final da matéria descobrimos que uma colisão no home plate é mais violenta que uma trombada de Dwight Freeney, jogador do Indianapolis Colts da NFL.

http://www.espn.go.com/video/clip?id=6594536

E você, o que acha?? Essa jogada deveria ser legal ou a regra poderia ser revista?

Autor: Tags:

terça-feira, 17 de maio de 2011 NFL - Futebol Americano | 17:21

EVOLUÇÃO NAS CONVERSAS PARA ACABAR COM O LOCKOUT DA NFL

Compartilhe: Twitter

A NFL, donos e os representantes dos jogadores se reuniram hoje para mais um dia de conversas mediadas pelo juiz, Arthur Boylan. Depois de mais de dois meses do lockout, parece que estamos conseguindo enxergar uma luz no final do túnel. Ela está fraca e ainda pisca, mas pelo menos está visível. Como expliquei ontem aqui no blog, ninguém vai querer dar um braço a torcer antes da audiência do dia 3 de junho. Porém, hoje tivemos um ótimo sinal. Os donos dos times apresentaram uma NOVA proposta aos jogadores. Uma proposta que, segundo Michael Hausfeld, advogado dos atletas, “provavelmente não é aceitável, mas claramente abre diálogo.” Isso representa uma evolução nas conversas e traz otimismo. Jeff Pash, principal negociador da NFL, saiu da sessão satisfeito, “tivemos uma boa conversa hoje.” Detalhes do que foi discutido não são revelados.

Os dois lados pretendem se reunir novamente no dia 7 de junho. Se algo não for resolvido, e se a decisão ficar por conta da justiça, tudo indica que o lockout não acabará. Isso porque os três juízes que decidiram reverter a decisão de Susan Nelson e ficar com o lockout, vão presidir a audiência do dia 3 de junho. Parece que o único jeito que teremos a NFL esse ano será se os donos e jogadores chegarem a um acordo. Com o que aconteceu hoje, pelo menos há esperança. Vamos torcer.

Confira meu post anterior sobre o lockout: http://esportesamericanos.ig.com.br/2011/05/16/donos-e-jogadores-voltam-a-conversar-sobre-o-lockout-da-nfl/

Autor: Tags:

segunda-feira, 16 de maio de 2011 MLB - Beisebol | 17:43

DAVID ORTIZ BUSCA O CARINHO DOS TORCEDORES DOS YANKEES NAS RUAS DE NOVA YORK

Compartilhe: Twitter

Encontrei um video no site da MLB que achei muito legal.  David Ortiz, astro do Boston Red Sox, foi para as ruas de Nova York em busca de novas amizades.  O video é muito divertido.

That’s what I’m talking abouuuuut!!!

Pergunta: Você, torcedor dos Yankees, daria um abraço no Big Papi? Qual seria sua reação?

Autor: Tags: , ,

NFL - Futebol Americano | 17:00

DONOS E JOGADORES VOLTAM A CONVERSAR PARA TENTAR COLOCAR UM FIM NO LOCKOUT DA NFL

Compartilhe: Twitter

Eu não estou esperançoso e acho que você também não deveria ficar.  De qualquer jeito, os jogadores e proprietários dos times da NFL voltaram a conversar nessa segunda-feira.  Os dois já tentaram resolver suas diferenças e chegar a um novo acordo coletivo de trabalho, mas sem sucesso.  O grande impasse continua sendo o que fazer com os 9 bilhões de dólares que a liga fatura anualmente.  A conversa de hoje será mediada por um juiz, Arthur Boylan.

Acho um bom sinal os dois lados se reunirem novamente porque mostra que ambos querem uma solução e sabem que esse lockout não ajuda ninguém.  O problema é que ambos já se reuniram por um total de 20 dias e nada foi resolvido.  Depois disso, o caso foi para o tribunal com os jogadores processando os proprietários. A juíza Susan Nelson foi no lado dos jogadores e decidiu acabar com o lockout.  A NFL entrou com um recurso de apelação pedindo a volta do lockout.  Os tribunais decidiram voltar temporariamente com o lockout até decidirem no recurso de apelação apresentado pela NFL.  A audiência está agendada para o dia 3 de junho.  Uma decisão final só deve acontecer em julho.  Se a liga vencer, proprietários e jogadores voltam a mesa de negociação até decidirem num novo acordo trabalhista e a temporada possivelmente será cancelada.  Se os jogadores levarem a melhor, a temporada acontece com ou sem um novo acordo coletivo.

Eu sinceramente acho difícil os dois lados se conciliarem antes de uma decisão final do tribunal.  Os jogadores já viram que podem ganhar no tribunal depois da decisão da Susan Nelson.  Porque vão querer negociar?  Os proprietários também já receberam um bom sinal com a volta temporária do lockout.  É possível que nenhum lado queira se comprometer antes da decisão final da justiça.  A situação é complicada.

Agora, esperar até julho tem suas desvantagens também.  É nesse mês que o training camp (treinos intensos) começa já visando a pré-temporada, que inicia em agosto.  A NFL tem um mar de free agents que ainda procuram novos clube.  O período de free agency geralmente começa em março.  Agora ele pode começar em julho!  Seria um caos e a NFL possivelmente atrasaria o inicio da temporada para poder encaixar tudo.  Vamos torcer para que algo aconteça e rápido.

O que acham?  Será que os dois lados conseguem chegar a um acordo??

Autor: Tags:

segunda-feira, 2 de maio de 2011 NFL - Futebol Americano | 17:51

10 CONSIDERAÇÕES SOBRE O DRAFT DA NFL

Compartilhe: Twitter

O draft da NFL foi realizado nesse último final de semana com vários times se fortalecendo e outros, nem tanto.  Muitas coisas me chamaram a atenção.  Esse é o meu Top 10.

10. Os Falcons e Browns fizeram uma troca boa para ambas equipes

Julio Jones

No ano passado os Falcons venceram 13 jogos.  Roddy White é um dos melhores wide receivers da liga e Matt Ryan não fica atrás de muita gente na posição de quarterback.  Mesmo assim, o time perdeu no playoff de divisão.  O que faltava? Um segundo wide receiver.  Mike Jenkins não é esse cara e é por isso que os Falcons entregaram 5 escolhas (incluindo duas de primeira rodada) para os Browns pra subir da 27a posição para a sexta e adquirir o segundo melhor receiver do draft, Julio Jones.

Os Browns têm um novo treinador e passam por uma reformulação.  Não é um jogador esse ano que vai fazer a diferença, eles precisam de vários e é por isso que fizeram a troca.  Eu acho que com mais um bom draft os Browns ficarão com um time bem competitivo.

9. O que os Patriots estavam pensando?

Nate Solder

Tom Brady já falou que gostaria de jogar mais 10 temporadas.  Coitado do Ryan Mallett, selecionado na terceira rodada.  Não que ele seja um jogador ruim (Mallett tem o melhor braço entre todos os qbs desse draft), só acho que o único jeito dele jogar em NE vai ser se Tommy boy se machucar.  Pelo menos ele vai aprender bastante com o astro dos Pats.

New England teve 6 escolhas nas primeiras 3 rodadas e eu achava que eles iam fazer a festa.  Infelizmente, não fiquei com essa impressão.  Os Pats precisam de ajuda na linha defensiva e linebackers e não sei se o time melhorou nesses setores.  O time esperou até a sexta rodada pra selecionar um defensive end (Markell Carter).  Os Pats também selecionaram dois running backs que não receberam grandes notas de olheiros.

Agora, uma coisa eu gostei bastante.  A seleção de Nate Solder (offensive tackle) vai fortalecer a linha ofensiva.

8. Maravilha Indianapolis

Eu gostei do Draft do Indianapolis Colts.   Os Colts que não assustam muita gente nas trincheiras (o time vai mal contra o jogo terrestre e não consegue correr com a bola) decidiram melhorar esse setor.  Indy teve cinco escolhas e com as três primeiras o time foi atrás de dois offensive tackles (Anthony Castonzo e Benjamin Ijalana) e um defensive tackle (Drake Nevis).  Castonzo entra pra substituir Charlie Johnson (jogou mal no ano passado) e Ijalana provavelmente será o reserva de Ryan Diem, veterano de 11 temporadas.   Garanto que Peyton Manning saiu latindo de felicidade pela casa depois de receber a notícia dos selecionados.

7. Go Lions!

Nick Fairley

Os Lions adoram uma carne!  Hello!  Nick Fairley, considerado por muitos, o maior talento desse draft agora vai fazer parceria com Ndamukong Suh e Corey Williams na linha defensiva do Detroit Lions.  Com essa seleção, fica difícil apontar alguma linha melhor que a dos Lions.

Os Lions também optaram por Titus Young, wide receiver de Boise State.  Com o grande Calvin Johnson e Nate Burleson já abordo, o explosivo Young chega pra completar um excelente grupo de wide receivers.

No ano passado os Lions selecionaram o veloz running back Jahvid Best.  Agora ele tem um amigo, Mikel Leshoure.  Considerado o segundo melhor running back do draft, Leshoure anotou 17 TDs no ano passado e nunca sofreu um fumble na carreira.  Ele traz um porte físico poderoso pra complementar a velocidade de Best no backfield dos Lions.  Ótimo!

6. Questiono a seleção de Cam Newton

Cam Newton

Não foi no ano passado que os Panthers investiram uma seleção de segunda rodada no QB Jimmy Clausen.  E agora depois de alguns jogos fracos em 2010 ele não presta mais?? É melhor o Newton se tornar um grande quarterback, porque eu acho que os Panthers deveriam ter selecionado o wide receiver A.J. Green da Georgia.

Newton, o primeiro jogador selecionado, se tornou o terceiro QB da história da NCAA a passar e correr para pelo menos 20 TDs numa temporada. Ele é forte, rápido e tem um braço potente.  Eu sei de tudo isso.  Só que tem vários “poréns”.  Ele teve problemas extra-campo, jogou apenas um ano na principal divisão do college football e o ataque de Auburn era completamente diferente do que ele vai encarar em Carolina.  Ninguém sabe se ele vai conseguir fazer essa transição.  Eu acho que poderia ter sido mais seguro selecionar Green, renovar com Steve Smith e dar uma chance a Jimmy Clausen.  Grande risco dos Panthers.

5. Parabéns Bucs!

Adrian Clayborn

Os Bucs continuam no caminho certo.  No ano passado, o time venceu 10 jogos e contou com a ajuda de vários calouros.  Legarette Blount e Mike Williams foram destaques.  O problema foi na defesa.  Tampa não teve uma defesa ruim, mas encontrou problemas contra o jogo terrestre e pressionando o quarterback (apenas 26 sacks, terceira pior marca da liga).  Tampa buscou acertar isso com suas 3 primeiras escolhas nesse draft.

Adrian Clayborn, defensive end, foi o primeiro escolhido.  Amei a seleção de Da´Quan Bowers, um excepcional talento que só caiu para a segunda rodada porque alguns acreditam que ele tem um problema crônico no joelho.  Ele diz estar saudável e se ele ficar longe das contusões pode ser o “roubo” do draft. Bowers foi o melhor da NCAA nesse ano passado com 15,5 sacks.  Ele tem todas as ferramentas físicas pra detonar na NFL.  Fora esses dois, os Bucs selecionaram Mason Foster, de Washington.  Foster é considerado o melhor inside linebacker do draft!

4. Vikings e Jaguars em lados opostos do espectro

Blaine Gabbert

Os dois times selecionaram quarterbacks.  Inicialmente, eu questionei a escolha de Blaine Gabbert (melhor que Cam Newton na visão de muitos olheiros) pelo Jacksonville.  Afinal, David Garrard é um bom QB.  Mas, pensando bem, eu gostei da transação.  Garrard tem 33 anos e sofre muitas pauladas.  Não acho que o final da carreira do atleta esteja muito longe não.  Com dois anos de aprendizado, pode ser que Gabbert entre preparado pra ser um grande quarterback em seu segundo ou terceiro ano na liga.

Os Vikings exageraram ao selecionar Christian Ponder na 12a posição.  Talvez eles viram alguma coisa no QB de Florida State, que 90% dos olheiros não viram.  Sei lá.  Ponder foi o terceiro QB escolhido enquanto muitos achavam que ele cairia para a segunda rodada.  O jogador sofreu com várias contusões no college e não acho que ele está pronto pra ser o titular dos Vikes.

3.  Excelente draft do Houston Texans

J.J. Watt

Os Texans estão mudando da formação 4-3 (4 na linha defensiva, 3 linebackers) para a 3-4.  Eles têm um novo coordenador defensivo, Wade Phillips, e fizeram 3 grandes seleções.  Eu sinceramente acho que os Texans acharam 3 novos titulares na defesa.  J.J Watt é um tremendo talento na posição de defensive end, Brooks Reed pode começar como outside linebacker e Brandon Harris (cornerback) vai ajudar a pior secundária da NFL em 2011.  Os Texans estão armados pra buscar sua primeira aparição da história nos playoffs.

2. Cincinnati Bengals estabelece o futuro

Andy Dalton e Dontay Moch

Terrell Owens, Chad Ochocinco e Carson Palmer provavelmente não voltam pra Cincinnati.  Por isso, foi preciso selecionar um QB e WR e Cincy conseguiu dois grandes atletas.  A.J. Green é o melhor receiver do draft.  Mesmo ficando fora de 4 jogos no ano passado, o jogador recebeu 57 bolas e marcou 9 TDs na competitiva universidade de Alabama.  Andy Dalton conduziu o possante ataque de TCU no ano passado lançando para 27 TDs e apenas 6 INTs.  Além disso, os Bengals selecionaram o outside linebacker mais rápido do draft, Montay Moch.  Good job!!

1.  Seleção de Colin Kaepernick significa fim de Alex Smith?

Eu diria que sim.  Meio triste, né?  Smith foi o primeiro jogador selecionado no draft de 2005 e fez pouca coisa em São Francisco.  Agora ele é free agent e provavelmente não volta pra SF.  Colin Kaepernick foi escolhido na segunda rodada.  O cara quebrou todos os recordes da Univ. de Nevada.  Em 4 anos de carreira, Kaepernick se tornou o primeiro jogador da história da primeira divisão a lançar para pelo menos 10.000 jardas e correr para 4.000.  Os 49ers eram os grandes favoritos na divisão oeste no ano passado mais fracassaram.  Muitos turnovers e falta de disciplina prejudicaram o time.  Agora com um novo treinador (Jim Harbaugh) o ataque deve melhorar.  Harbaugh era treinador da Univ. de Stanford e recrutou Andrew Luck, melhor QB do college football.  Será que Kaepernick é a resposta? O torcedor espera que sim.

(correção: Segundo o general manager dos 49ers, Trent Baalke, o time ofereceu um contrato ao free agent Alex Smith abrindo as portas pra ele ficar em SF.  Agora basta saber se ele vai querer renovar.  Eu tenho minhas dúvidas)

Autor: Tags:

terça-feira, 26 de abril de 2011 NBA - Basquete | 18:19

MEU ENCONTRO COM “RAY ALLEN” NO SHOPPING IGUATEMI EM SAO PAULO

Compartilhe: Twitter

Um dia depois de encestar 8 bolas de três pontos contra o New York Knicks, Ray Allen estava servindo bolas de sorvetes nesse último domingo em Sao Paulo.  Pelo menos essa foi minha primeira impressão ao ver um moço muito parecido com o astro do Boston Celtics.   Alex (funicionário de uma sorveteria do shopping) me lembrou muito o Ray Allen.

Depois de sentar e devorar meu sundae pedi para tirar algumas fotos do rapaz (que nunca tinha ouvido falar do Ray- Ray).  Alex foi muito simpático  e o momento foi divertido.  Coloquei o rosto dos dois lado a lado pra você fazer sua análise.  Será que Ray Allen tem um filho brasileiro?? hummmmm…

.

.

E aí, é parecido mesmo??

Autor: Tags: ,

NFL - Futebol Americano | 14:55

DECISÃO JUDICIAL PARA ACABAR COM O LOCKOUT DA NFL É APENAS O PRIMEIRO PASSO

Compartilhe: Twitter

Susan Richard Nelson, Juíza do Distrito de Minnesota, EUA

Tem muita gente comemorando o fim do lockout da NFL como se isso garantisse que a temporada de 2011 acontecesse.  Esse não é necessariamente o caso.  Ontem, a juíza Susan Nelson….emitiu um mandado para acabar imediatamente com o lockout.  Fazia quase um mês e meio que a NFL estava paralisada.  Jogadores não tinham permissão de treinar nos Centro de Treinamentos dos clubes, Times não podiam negociar novos contratos com seus atletas ou free agents.  Enfim, as operações da NFL estavam brecadas.  Jogadores e donos tiveram muito tempo pra negociar e não conseguiram chegar a um novo acordo trabalhista.  Por isso, o caso foi para o tribunal com os jogadores processando os donos e alegando que os proprietários estariam se juntando pra acabar com a competição no mercado, prejudicando os atletas econômicamente.  Isso seria ilegal diante das leis “anti-trust” dos Estados Unidos.  Os atletas queriam um mandado pra acabar com o lockout e ele veio, mas esse é apenas um primeiro passo.

Primeiro que a NFL vai entrar com um recurso de apelação pra tentar reverter a decisão da juíza.  Pode ter certeza que durante esse processo todo, pouca coisa vai acontecer.  A NFL quer tudo brecado até o fim do apelo.  Hoje alguns atletas tentaram entrar nos CTs de seus respectivos times e as portas não estavam trancadas.  A entrada foi permitida mas eles não puderam usar os equipamentos.  O que adianta, né?  O fato é que mesmo com o fim do lockout ainda não temos um novo acordo trabalhista.  Qual é o teto salarial??  Quais são dos direitos dos free agents? O que acontece se um jogador se machuca durante um treinamento no CT?  Quem é responsável?  Ninguém sabe!  É complicado continuar com as operações normais da liga sem um novo acordo trabalhista.  A NFL está esperando pra agir só depois do resultado de seu apelo.  Mesmo assim, o mandado foi dado e sobe a lei as operações deveriam continuar normalmente.  A NFLPA (Associação dos Jogadores) fala que a NFL está quebrando a lei e ignorando a decisão do tribunal.  Que caos!

O que o apelo vai definir?  Se ele for negado, as operações normais da liga serão retomadas imediatamente.  A NFL terá que formatar algumas regras referentes a movimentação dos atletas, etc., já que não há nenhum acordo trabalhista.  Isso garantiria que teríamos a temporada de 2011!  Se o recurso for aprovado, o lockout volta e continuaremos nesse impasse até os donos e jogadores chegarem num novo acordo trabalhista, algo que está parecendo cada vez mais improvável.

Vamos torcer para o fim do lockout!

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última